Governador de São Paulo, João Doria, transformará cadeia de Pinheiros em Centro de Tecnologia

O Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pinheiros, será fechado e no local será construído um Centro Industrial de Tecnologia e Inovação no qual a startups e fintechs de blockchain e novas tecnologias poderão contar com programas de apoio e incentivo do Governo do Estado de São Paulo, como o DesenvolveSP. A 'transformação' de cadeia em centro de tecnologia foi anunciada em 07 de novembro, pelo Governador do Estado, João Dória.

"Essa etapa está em discussão e a gente está fazendo este trabalho em três frentes: uma com a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), porque tem todo um trabalho de articulação com as novas penitenciárias, um trabalho com o setor de construção, para entender a viabilidade de atuação do setor privado naquela área, e a terceira frente é com o BID e outros parceiros. Então a gente está agora nessa fase e devemos ter novidades com datas nos próximos meses", anunciou Patrícia Ellen, secretária de Desenvolvimento Econômico.

A região de Pinheiros, segundo Dória, pode se tornar um 'polo de tecnologia', pelo menos é o que pretende o Governo do Estado, afinal, além da cadeia, o Governador anunciou também que o Parque do Jaguaré; o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT); a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), devem integrar o novo Polo que será chamado de Centro Internacional de Tecnologia e Inovação (CITI),

Ainda segundo Dória, o projeto será implantado em quatro fases, sendo que a primeira delas será inaugurada em maio de 2020, no atual terreno do IPT, uma área de 300 mil m² que abrigará, inicialmente, três empresas. A construção do centro industrial no terreno que hoje abriga o CDP de Pinheiros será a terceira fase do projeto.

No caso de Blockchain, o Governo do Estado de São Paulo vem trabalhando em torno de desenvolvimentos da tecnologia há pelo menos 2 anos e vem discutindo internamente como aplicações usando DLT podem ser adotadas para oferecer melhores serviços aos cidadãos.

Confira mais notícias