Google Trends registra aumento de 4.500% nas pesquisas sobre Bitcoin após ataque do Irã

O Bitcoin (BTC), beneficiado pela crise do Irã, capturou a imaginação dos usuários da Internet em todo o mundo, com sua popularidade de pesquisa no Google em quase 5.000%.

Segundo dados do Google Trends, o termo de pesquisa "Bitcoin Iran" subiu 4.450% nos últimos sete dias. 

A popularidade da pesquisa sobre o Bitcoin segue o preço

O próprio termo "Bitcoin" também teve um aumento significativo em todo o mundo, atingindo uma pontuação normalizada de 100 no dia 8 de janeiro, contra 40 na semana passada.

A Nigéria liderou a lista. Canadá, Singapura e Estados Unidos também geraram interesse significativo pelo "Bitcoin Iran".

7-day search data for “Bitcoin Iran.”

Dados de pesquisa de 7 dias para "Bitcoin Iran". Fonte: Google Trends

Os números aparecem quando o Bitcoin continua a fazer avanços significativos nos preços, com ganhos semanais atualmente superando 15%. Os comentaristas começaram imediatamente a atribuir o desempenho aos eventos no Irã, argumentando que a instabilidade geopolítica tende a produzir aumentos de preços.

"Vendendo a narrativa"

Outros ficaram menos convencidos, alegando que a conexão era, de fato, uma narrativa ficcional que, no entanto, poderia se tornar uma profecia auto-realizável à medida que se popularizava.

Su Zhu, CEO da Three Arrows Capital, destacou um artigo na Nikkei Asian Review como prova de que os investidores estavam comprando a ideia.

A publicação afirmou que o Irã estava "provocando um aumento nas criptomoedas". Um tweet dizia:

"Sem interferências estatais ou riscos geopolíticos, as #criptomoedas se tornam 'ouro digital' em meio às crescentes tensões no #Irã".

O artigo citou uma fonte de uma exchange que derramou água fria sobre a ideia.

“No entanto, para o Bitcoin, os investidores acham que podem colocar com segurança uma parte de seus fundos e mantê-lo por um longo prazo, sem ter que se preocupar com uma reversão a uma média, pois não está inerentemente ligado às tensões EUA-Irã”, disse Sheel Kohli, diretor de marketing da AAX.

Como o Cointelegraph relatou, as atividades de pesquisa em torno do Bitcoin começaram a ganhar impulso no final do ano passado. Em dezembro, foi outro tópico, o halving do Bitcoin, que foi responsável pelo aumento nas pesquisas.

Na semana passada, surgiram relatos de negociação de Bitcoin no Irã, com uma única moeda no valor de US$ 24.000, de acordo com a chamada taxa de câmbio rial "oficial". Na realidade, como fontes notaram, essa taxa é quase fictícia, dado seu valor em comparação com o onipresente mercado negro.