O HSBC Global Banking lançou na Índia um sistema de recebíveis baseado em tokenização

O principal grupo bancário global HSBC implementou a tecnologia de tokenização em sua infraestrutura de recebíveis para clientes corporativos na Índia, de acordo com um anúncio em 18 de junho.

A empresa britânica de serviços financeiros, destaca que seu novo lançamento, o Digital Accounts Receivable Tool (HSBC DART), é baseado na tecnologia de tokenization desenvolvida pela empresa Aaustraliana de blockchain, a fintech Identitii Ltd.,  como destacou a empresa no anúncio.

De acordo com a declaração, o HSBC DART foi desenvolvido para o negócio de Global Liquidity and Cash Management (GLCM) do HSBC e implementa a abordagem da Identitii à tokenização dentro da infraestrutura de recebíveis existente do HSBC para aprimorar os processos envolvidos.

O instrumento é projetado para automatizar o processo de contas a receber (AR) para clientes corporativos do HSBC e sua rede de compradores, permitindo uma camada de comunicação segura entre os participantes da rede e reduzindo o trabalho manual, como a documentação de pagamentos da fatura . Contas a receber é o saldo em dinheiro de uma empresa por serviços ou mercadorias fornecidos ou utilizados, mas ainda não pagos pelos clientes.

No anúncio, a Identitii revelou os planos do HSBC para expandir o HSBC DART em novos mercados na Ásia.

Originalmente fundado em 1865 em Hong Kong, o HSBC, com sede no Reino Unido, era o 7º maior banco do mundo em 2018, e o maior da Europa, com ativos totais de cerca de US $ 2,6 trilhões. Em meados de março de 2019, o HSBC teria procurado parceiros bancários na Coréia do Sul para implantar a plataforma blockchain Voltron.

Anteriormente, o HSBC informou que a implementação da tecnologia blockchain em seu acordo de comércio forex reduziu os custos das operações em 25%.