Facebook e Instagram agora têm que lidar com golpe de anúncios do Libra

Enquanto o Facebook luta para conseguir concordância para seu projeto Libra, uma leva de contas falsas do Libra está se disseminando on-line, inclusive no próprio Facebook.

De acordo com uma reportagem do The Washington Post de 22 de julho, quase uma dúzia de páginas falsas do Libra circularam pelo Facebook e seu aplicativo social de compartilhamento de fotos Instagram, que se passavam por entidades oficiais da tão discutida moeda digital.

Facebook removeu páginas de golpes do Libra somente após ser alertado pelo Washington Post

Como dito na reportagem, várias dessas contas falsas no Facebook e no Instagram foram removidas em 22 de julho somente após o Washington Post notificar o Facebook de sua existência. Elka Looks, gerente de comunicações da Calibra, afirmou que o Facebook remove anúncios e páginas que violam suas políticas quando tomam conhecimento delas.

Algumas das contas falsas de Libra patrocinavam ofertas para participar de uma pré-venda da moeda Libra, que ainda não foi lançada, com desconto, enquanto muitas outras incluíam o logotipo do Facebook, fotos do CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, ou materiais oficiais do Libra, observa a reportagem.

Um exemplo claro dos golpes on-line do Libra é o site Buylibracoins.com, que copia o logotipo do Libra do site oficial Libra.org e oferece aos usuários a criação de uma conta e investimento em Libra com grandes criptomoedas como o Bitcoin (BTC).

Embora a página do Instagram do site tenha sido supostamente removida, o site permanecia ativo até o momento desta publicação.

 

 

Fake Libra website Buylibracoins.com

O site falso de Libra Buylibracoins.com

Anúncios falsos minam a confiança no Facebook e no Libra

Eswar Prasad, um professor de economia da Universidade de Cornell, apontou a profunda ironia de que o próprio Facebook é usado como a plataforma que poderia minar a confiança em seu projeto de criptomoeda. Destacando o problema da confiança como o principal obstáculo do Facebook em seu caminho para introduzir a criptomoeda global, Prasad disse na reportagem:

“O Facebook tem uma rede mundial e força financeira enormes . . . Mas a única maneira de o Libra funcionar bem como meio de troca é se todos puderem confiar nele. E essa é a grande questão agora: se haverá confiança suficiente no Facebook."

O Facebook abrandou as regras de anúncios de cripto um mês antes do white paper do Libra

No início de 2018, o Facebook deu a notícia ao anunciar a proibição de anúncios relacionados a criptomoeda e ofertas iniciais de moeda em sua plataforma, em uma tentativa de proibir publicidade que usasse “práticas promocionais enganosas ou ilusórias”.

Entretanto, o gigante das mídias sociais abrandou as restrições em maio de 2019, cerca de um mês antes de lançar o white paper para seu próprio projeto de cripto, o Libra, em 18 de junho.

Enquanto isso, Damian Collins, um alto funcionário do Parlamento Britânico, argumentou recentemente que o Libra estará aberto a fraudes massivas, uma vez que ele seria criado e controlado pelo Facebook e inacessível para qualquer um fora de um "jardim murado do Facebook".