Empresas de cripto serão regulamentadas a partir de janeiro de 2020, determina Banco Central holandês

O banco central holandês revelou hoje que começará a regular empresas que oferecem serviços relacionados a criptomoedas a partir de 10 de janeiro de 2020.

A Reuters informou em 3 de setembro que o De Nederlandsche Bank esclareceu que as empresas relevantes do setor devem se registrar junto a instituição se desejarem continuar operando.

O extrato oficial do banco diz:

"Em termos concretos, as empresas que oferecem serviços de câmbio de criptomoedas e dinheiro regular e fornecedores de carteiras de cripto devem se registrar junto ao De Nederlandsche Bank."

Desdobramentos recentes das criptomoedas na Holanda

Conforme relatado, os ministros holandeses pediram ao governo do país em julho que regulasse as criptomoedas e certos pagamentos em dinheiro devido a preocupações com lavagem de dinheiro.

Em janeiro, o ministro das Finanças da Holanda, Wopke Hoekstra, recebeu conselhos oficiais da Autoridade para os Mercados Financeiros da Holanda e do De Nederlandsche Bank de que um sistema de licenciamento deveria ser introduzido para serviços de criptomoeda.

A Holanda não reconhece a criptomoeda como moeda legal, embora em 2018 um tribunal holandês tenha decidido que o Bitcoin (BTC) era um "valor transferível" legítimo em um caso de pagamento de multa.