Donos da Telexfree são presos pela Polícia Federal no Espírito Santo

Os donos da famosa pirâmide financeira Telexfree, Carlos Costa e Carlos Wanzelera, foram presos pela Polícia Federal nesta terça-feira, 17 de dezembro no Espírito Santo, durante a operação Alniham. A notícia é do G1.

A Polícia Federal investiga uma suposta ocultação de valores da dupla obtidos com as atividades da Telexfree no Brasil. A operação contou com 15 agentes federais e cumpriu três mandados de busca e apreensão, além de dois de prisão.

Segundo o texto, suspeita-se que eles tenham adquirido imóveis em nome de terceiros com o dinheiro arrecadado pela pirâmide financeira, posteriormente alugando os imóveis para gerar renda aos investigados.

Ao G1, o advogado dos donos da Telexfree, Rafael Lima, disse que não entende o motivo da prisão:

“Eu não sei ainda o motivo da prisão. Se for esse, é algo que chama atenção, porque são fatos, no mínimo, de 2014. Não consigo entender porque uma prisão a essa altura do campeonato, principalmente levando em consideração que nenhum dos processos a que eles respondem sequer foi sentenciado.”

A Telexfree é conhecida com uma das maiores pirâmides financeiras do Brasil, criando um padrão de golpes a partir da suposta venda de marketing multinível. Em 2019, segundo as autoridades brasileiras, este foi um dos modelos mais usados por golpistas oferecendo investimento em Bitcoin.

Muitos dos líderes que operavam para a Telexfree envolveram-se em crimes envolvendo investimento em criptomoedas nos anos seguintes.