Cielo fecha parceria e aceita Bitcoin em todas as maquinhas de cartão da rede

A Cielo fechou uma parceria com a fintech Bitfy para que todas as máquinas de cartão da rede permitem pagamentos com Bitcoin, segundo reportagem publicada pelo jornal Valor Econômico.

Com a nova parceria os usuários da Bitfy podem pagar com Bitcoin diretamente em qualquer máquina da Cielo. O comerciante digital o valor e gera um QR Code que o cliente da Bitfy deve escanear com o app e selecionar "pagar com Cielo". O pagamento é feito com BTC mas o comerciante recebe em reais.

A reportagem destaca que, segundo Rodrigo Penteado, diretor de produtos da Cielo, a parceria é uma oportunidade para expandir as receitas dos terminais da empresa — neste ano, a Cielo já teve mais de 7 bilhões de transações e R$ 660 bilhões em volume financeiro capturado. Já Lucas Shoch, CEO da Bitfy, diz que a parceria potencializa a aceitação de bitcoins no varejo.

A integração da Cielo com Bitcoin e criptomoedas não é nova. Em agosto deste ano a empresa já havia anunciado a novidade quando fechou uma parceria com a Uzzo e com a Cryptohub para aceitar criptoativos.

Porém não são somente as maquininhas da Cielo que permitem o pagamento com Bitcoin, todos os locais que utilizam o sistema CieloPay podem inclusive aceitar pagamento em criptoativos sem nem mesmo precisar da máquina do cartão.

O QR Code para pagamento será gerado por um aplicativo da Cielo diretamente pelo celular que, da mesma forma que no POS, terá que ser escaneado para realizar o pagamento. O QR Code inclusive poderá ser usado para pagamento remotos e por meio de aplicativos como WhatsApp, lojas virtuais entre outros.

 “A Cielo é uma empresa de tecnologia e tem que usar sua expertise numa visão geral da cadeia de meios de pagamentos. Estamos aperfeiçoando a vida do varejista e do consumidor. A gente tem total apoio dos bancos sócios (Banco do Brasil e Bradesco), pois sabem que a concorrência está acirrada", destacou Paulo Caffarelli, presidente da Cielo sobre o CieloPay para a revista Exame.

A Cielo está presente em mais de 1,4 milhão de pontos de venda espalhados por 5.500 municípios de todas as regiões do país, cobrindo 99% do território nacional, segundo dados da empresa.

Como noticiou o Cointelegraph, a Cielo, junto com o Banco Central do Brasil estão entre os apoiadores da Saxperto, fintech que têm como do-fundador o ex-Mercado Bitcoin, Rodrigo Batista.

O projeto que também é desenvolvido pelo ex-consultor da MCKinsey e ex-Mercado Pago, Thiago Godoi deseja permitir que bancos digitais, startups e fintechs utilizem um sistema 'descentralizado' de saque para seus clientes, algo como a Rede Banco24h realiza para os bancos tradicionais.

Confira mais notícias