Bloomberg: Craig Wright não tem acesso à 'sua' fortuna de Bitcoin

Craig Wright disse que não pode cumprir uma ordem judicial para fornecer uma lista com todos os seus primeiros endereços bitcoin ( BTC ), informou a Bloomberg em 28 de junho 

O cientista de computação australiano e autoproclamado Satoshi Nakamoto disse que talvez ele não consiga acessar as criptomoedas.

Como relatado anteriormente, o Tribunal Distrital dos Estados Unidos do Distrito Sul da Flórida emitiu uma ordem em 3 de maio exigindo que a Wright produzisse uma lista de seus endereços públicos de bitcoin. Wright, no entanto, não divulgou seus estoques de bitcoin determinados pela ordem judicial.

A ordem era parte de um processo em andamento contra Wright, que foi apresentado pela propriedade de David Kleiman . Kleiman era um especialista em segurança cibernética, que muitos acreditam  ter sido um dos primeiros desenvolvedores por trás da tecnologia bitcoin e blockchain .

O patrimônio de Kleiman levou o caso à Justiça em fevereiro de 2018, alegando que Wright roubou centenas de milhares de BTC de mais de US$ 5 bilhões após a morte de Kleiman, alegando que Wright “forjou uma série de contratos que pretendiam transferir os ativos de Dave para Craig e / ou empresas controladas por ele. Craig voltou a datilografar esses contratos e forjou a assinatura de Dave neles.

Wright afirma que ele deu uma informação fundamental sobre os fundos e carteiras para Kleiman antes de sua morte, tornando difícil encontrar as carteiras digitais ou os fundos que supostamente detêm.

Wright sustenta que ele foi o criador misterioso do bitcoin, indo tão longe que chegou a pedir nos EUA registro de direitos autorais para o white paper do Bitcoin.

Wright declarou que decidiu parar de trabalhar no bitcoin em 2010, acrescentando que “eu trouxe Dave porque ele era um amigo e ele sabia quem eu era e ele era um especialista forense e eu queria limpar tudo o que tinha a ver com bitcoin do registro público ”.