Craig Wright, autoproclamado Satoshi, pede registro de direitos autorais para o white paper do BTC nos EUA

Craig Wright entrou com um pedido de direitos autorais para o white paper do Bitcoin (BTC), que é de autoria de Satoshi Nakamoto, nos Estados Unidos.

Documentos judiciais mostram que o Escritório de Direitos Autorais dos EUA tem registros com Wright como o autor do white paper, bem como a maioria do código original usado para construir o Bitcoin.

O empresário australiano há muito afirma ter escrito o projeto de criptomoeda sob o pseudônimo.

Um comunicado de imprensa de 21 de maio afirma que as autoridades americanas receberam a confirmação de que Wright é de fato Satoshi Nakamoto, mas a notícia foi recebida com ceticismo por alguns comentaristas de cripto.

Jerry Brito, diretor executivo da organização sem fins lucrativos Coin Center, tuitou:

“Registrar um direito autoral é apenas preencher um formulário. O Escritório de Registros não investiga a validade da reivindicação; eles apenas registram. Infelizmente não há maneira oficial de contestar um registro. Se houver reclamações concorrentes, o Escritório apenas registrará todas elas.”

De acordo com o comunicado de imprensa, Wright está se movimentando para se estabelecer como o criador do Bitcoin “depois de ficar consternado ao ver seu design original do Bitcoin sendo conspurcado por grupos de desenvolvedores de protocolo”.

Acredita-se que Wright esteja planejando atribuir os registros de direitos autorais à Associação Bitcoin.

O empresário é atualmente o cientista-chefe de uma startup conhecida como nChain. O empreendedor é conhecido por atrair controvérsias, com grandes plataformas de cripto recentemente começando a boicotar o Bitcoin SV (BSV), o fork do Bitcoin Cash (BCH) que apoiado por ele.