Reportagem: Craig Wright processa Roger Ver por difamação

O cientista de computação australiano Craig Wright processou Roger Ver, CEO do Bitcoin.com, por difamação no evento London Bitcoin Cash, de acordo com uma reportagem do Decrypt desta quinta-feira, 2 de maio.

Segundo a reportagem, Ver chamou Wright de “uma fraude e um mentiroso” em um vídeo do YouTube - que já foi penalizado por violar as diretrizes da comunidade do YouTube - que motivou a ação por calúnia. Ver comentou ao Decrypt irá lutar pelo processo.

Wright já entrou com ações legais contra outras figuras do setor de criptomoedas que negaram que ele é o misterioso inventor do Bitcoin, Satoshi Nakamoto.

Como informado pelo Cointelegraph em abril, Wright também moveu um processo de difamação contra o autor do podcast cripto Peter McCormack, que afirmou em um programa que Wright não é o verdadeiro Satoshi. A alegação visa "impedir que McCormack faça afirmações fraudulentas adicionais de que Wright não é o indivíduo por trás do pseudônimo de Satoshi Nakamoto."

Ver não tolera a aparente campanha, mas também não é a favor das exchanges delistarem o Bitcoin SV, que é apoiado por Wright, como uma forma de protesto, como observa o Decrypy. Ver disse sobre o tema:

"Eu não acho que foi uma coisa boa. Se as pessoas quiserem negociá-lo, acho que as pessoas devem poder fazer isso. Libertar o mercado, libertar o mundo. Se você quiser negociar Bitcoin SV, vá em frente.”

Um processo de US$ 4 bilhões também foi movido contra Wright, como cobriu o Cointelegraph em fevereiro de 2017. O caso foi apresentado na Corte Distrital do Distrito Sul da Flórida pela família de David Kleiman, um cientista da computação recentemente falecido que acusou Wright de forjar contratos a fim de ilegalmente embolsar até 1,1 milhão em Bitcoins.