Autoproclamado "Satoshi", Craig Wright é processado em US $ 5 bilhões

O cientista chefe da nChain e autoproclamado mentor por trás do pseudônimo de Satoshi Nakamoto, Craig Wright, está sendo processado em US $ 5 bilhões. O processo foi levado ao tribunal distrital dos Estados Unidos do distrito sul da Flórida por Ira Kleiman.

Ira é o irmão do falecido David Kleiman, um cientista da computação e especialista em segurança cibernética que muitos suspeitaram de ter sido um dos desenvolvedores por trás do Bitcoin e da tecnologia Blockchain .

Nos documentos que apareceram no Reddit, o demandante affirma que Wright roubou uma soma de 1,1 milhão de BTC, mais de US $ 5 bilhões na correção de hoje, da propriedade de David Kleiman. A afirmação do requerente alega que Wright reconheceu que os amigos e a família de Kleiman desconheciam inicialmente a riqueza que ele acumulava.

A denúncia oficial afirma que Wright aproveitou isso e "forjou uma série de contratos que pretendiam transferir ativos da Dave para Craig e / ou empresas controladas por ele. Craig retrocedeu esses contratos e forjou a assinatura de Dave neles. "

O autor continua a afirmar que, após a morte de David Kleiman em 26 de Abril de 2013, Wright entrou em contato com o corretor de Kleiman e revelou que ele e David trabalharam juntos para desenvolver Blockchain e Bitcoin.

De acordo com o corretor, Wright affirmou que David havia cancelado o direito a qualquer riqueza resultante ou propriedade intelectual em troca de uma participação não controladora e não operacional em uma empresa australiana. De acordo com o requerente, Wright estimou que a ação valia "milhões", e informou Ira Kleiman que ele poderia vender a parcela em nome da propriedade em poucos meses.

Aparentemente, essa foi uma mentira, já que a empresa faliu após Wright induzir o erro para o escritório de tributação australiano (ATO). No final de 2015, a polícia australiana invadiu a casa de Wright, sendo que, posteriormente, ele fugiu da Austrália para o Reino Unido.

Até o momento, o requerente afirma que a Wright não devolveu nenhum dos bitcoins ou os direitos de propriedade intelectual de Kleiman. O processo é "trazido para corrigir essa injustiça".

Kleiman está buscando compensação pela propriedade intelectual, além da fortuna de 1,1 milhão de BTC.

Enquanto Wright afirma não ser Satoshi Nakamoto e não se busca nesse processo descobrir ou definir a identidade desse indivíduo, a ação pode exigir que essa identidade seja estabelecida para encontrar uma decisão definitiva.

Wright emitiu uma declaração "de uma palavra" sobre o processo através do Twitter:

https://twitter.com/ProfFaustus/status/968197704936550400?ref_src=twsrc%5Etfw&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.coindesk.com%2Fsatoshi-craig-wright-sued-10-billion%2F