Hackers da Binance bombardeiam Chipmixer para branquear pelo menos 4.836 BTC

Pelo menos 4,836 Bitcoin (BTC) dos bitcoins roubados da Binance em Maio de 2019 foram branqueados através do serviço de troca de diferentes criptomoedas Chipmixer.

Criminosos começaram a lavar os fundos roubados cerca de um mês depois do ataque

Após uma grande violação de segurança da Binance que resultou na perda de 7.000 BTC (mais de US $ 80 milhões no momento da publicação), hackers começaram a lavar os fundos roubados em 12 de junho de 2019, segundo pesquisa publicada pela firma Clain, de Luxemburgo. .

Como Clain observou no estudo, foi bastante simples traçar os passos subsequentes dos atacantes, uma vez que é “praticamente impossível lavar grande volume de moedas em um período relativamente curto de tempo”. Assim, os pesquisadores conseguiram detectar inicialmente um grupo de endereços dos hackers, enquanto a extração posterior desses endereços permitiu que eles reconhecessem a alteração subsequente da propriedade de fundos roubados usando uma rede neural, diz o relatório.

Hackers causaram o maior fluxo de dinheiro na história do site Chipmixer

Conforme a Chain descobriu, os fundos roubados de Binance foram direcionados para o site Chipmixer, que teria experimentado uma alta histórica de entradas de fundos. Clain acrescentou que o volume anormalmente alto permite supor que qualquer vazão proveniente do Chipmixer atualmente esteja relacionado ao mesmo proprietário.

ChipMixer Capital Flow | Source: Clain

Fluxo de Capital no ChipMixer | Fonte: Clain

A equipe de pesquisa estimou que o montante total de fundos localizados em clusters de fundos mesclados foi responsável por mais de 5.300 BTC. Juntamente com essa quantia, 183 BTC foram identificados como fundos de hackers após a tentativa de lavagem, enquanto outros 814 BTC provavelmente serão confirmados como fundos de hackers, aguardando confirmação assim que esses fundos começarem a ser transferidos.

Clain concluiu que os atacantes estão ativamente tentando romper a relação direta com as fontes ilegais dos seus recursos usando o Chipmixer, enquanto não há evidências que sugiram que os hackers tenham transferido dinheiro para exchanges.

Como anteriormente reportado, um serviço de mistura de criptomoedas, ou um crypto-tumbler, é uma ferramenta que disponibiliza anonimato para quem pretende transformar transações de moedas não privadas em moedas privadas, misturando fundos de criptomoedas, o que dificulta o rastreamento da fonte original dos fundos. Em meados de maio, a Europol fechou a Bestmixer.io, uma das três maiores empresas de mistura criptomoedas, em uma investigação conjunta com autoridades holandesas e luxemburguesas, pois as autoridades descobriram que um grande número de moedas mistas era oriundo de atividades criminosas e supostamente indicavam lavagem de dinheiro.

Depois que a Binance foi hackeada em 7 de maio, o processo de lavagem de dinheiro teria sido transferido para sete endereços, conforme relatado pelo Cointelegraph em 9 de maio. Ontem, o CEO da Binance, Changpeng Zhao, reagiu aos rumores circulando sobre o suposto vazamento de dados do Know-Your-Customer da Binance, alegando que esses boatos indicam uma tentativa de espalhar o medo( FUD).