Sócio da Binance Labs expressa otimismo em relação à entrada do Facebook no universo das criptomoedas com o Libra

Falando ao Cointelegraph na Blockchain Week Rome, Teck Chia, sócio da Binance Labs, disse que vê o Projeto Libra do Facebook como um importante passo adicional que irá aumentar a conscientização pública sobre as criptomoedas

Nas próprias palavras de Chia: 

“Acho que ter uma empresa como o Facebook, com tamanho alcance e distribuição, em todos os diferentes países do mundo; tê-lo interessados ​​em criptomoedas e eles lançarem uma é algo muito positivo para nossa indústria. Isso traz muito interesse entre as pessoas que nunca ouviram falar de criptomoedas. ”

Binance é uma das maiores exchanges de criptomoedas do mundo atualmente. Binance Labs é o braço de investimento da empresa.

Em relação às preocupações com o uso da criptomoeda pelo Facebook, que representa um passo em direção à centralização, Chia observou que eles são um dos 100 fundadores do Projeto Libra.

Binance e Facebook poderão trabalhar juntos, Chia previu: 

"Naturalmente, vamos nos envolver com o Facebook para ver como podemos ajudar a avançar a indústria".

O projeto Libra, do Facebook, sofreu diversas críticas, tanto de governos preocupados quanto ao uso de dados do Facebook, quanto de membros da comunidade de cripomoedas preocupados com a centralização. 

Nos Estados Unidos, Libra será objeto de audiências no Congresso em julho, por preocupações de que a criptomoeda de Libra represente uma ameaça à segurança. Após briefings sobre o assunto na semana passada, o Representante Emanuel Cleaver II teria dito que: 

"Vimos o dano significativo causado por adversários estrangeiros e maus atores em nossa democracia por meio da plataforma do Facebook e isso foi simplesmente por meio de mensagens e publicidade". 

O comentário de Chia vem logo após a afirmação de Gin Chao de que Binance estava envolvido em discussões oficiais com o Facebook, como relatou a Cointelegraph em 28 de junho. Chao disse que Binance estava "ansioso para trabalhar com o Libra o máximo possível." 

No início de junho, Binance anunciou que a exchange deixaria de atender clientes com sede nos Estados Unidos em setembro, ao mesmo tempo em que anunciava uma plataforma específica dedicada aos clientes americanos.