Operadores da Wolf Trade Group, proibida pela CVM, são presos em Curitiba pela Polícia Civil

Sócios da suposta pirâmide financeira, Wolf Trade Club estão sendo presos, hoje, 16 de outubro, em Curitiba, por conta de operações da Polícia Civíl do Estado que também está cumprindo mandados de busca e apreensão de bens da empresa. No total são cerca de 20 mandados sendo executados.

A empresa que já tinha sido proibida de atuar no Brasil pela Comissão de Valores de Valores Mobiliários (CVM), por meio da Deliberação CVM 822, oferecei rendimentos de até 3% ao dia. Embora uma matéria mais cedo do Cointelegraph não tenha revelado as operações da empresa, a WTC não afirmava realizar operações com Bitcoin e criptomoedas.

"A CVM comunica ao mercado e ao público em geral que Lucas de Mello Bubniak, Caique Marques Fontana, Gabriel Maximiano Picancio, Hugo Felix da Silva, Henrique Oldair Mendes da Silva, Gabriel de Mello Graminho e W T I Administradora de Bens Ltda (Wolf Trade Club) não estão autorizados pela Autarquia a exercer quaisquer atividades no mercado de valores mobiliários. A CVM verificou indícios de que os envolvidos vêm oferecendo publicamente no Brasil serviço de administração de carteiras de valores mobiliários, atividade que depende de prévia autorização da Autarquia", disse a CVM.

Embora não afirmasse atuar com criptoativos, no site a empresa alega ser formada por analistas “que trouxeram um novo conceito sobre investimentos” e que foi fundada para mostrar que qualquer pessoa poderia atuar no mercado de investimentos.

"Com o tempo, percebemos que deveríamos encontrar uma forma de apresentar às pessoas o mundo da bolsa de valores de forma descomplicada e, através disso, possibilitar a tão sonhada liberdade financeira e um estilo de vida de qualidade. Pensando nisso, desenvolvemos uma ferramenta para oferecer auxílio e suporte a todos nossos clientes: a plataforma Wolf Trade Club 2.0.”, alegava a empresa.

O caso vem sendo investigado pela Delegacia de Crimes Contra a Economia e Consumidor (Delcon), pelo delegado André Gustavo Feltes. Segundo informações da Polícia, as ações atingem vários bairros da cidade, como Santa Quitéria, Cidade Industrial de Curitiba, Novo Mundo, Jardim das Américas, Uberaba e Campo Comprido, bem como em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

Como noticiou o Cointelegraph, também acusada de pirâmide financeira, a WishMoney que prometia rendimentos diários de até 2% sobre o valor aplicado, também está atrasando os saques, gerando reclamações nas redes sociais. Investidores têm relatado que não conseguem reaver os valores aplicados.