Visa trabalha em sistema blockchain para computação conjunta de dados privados em larga escala

A rede internacional de pagamentos Visa está trabalhando em um sistema baseado em blockchain para computação conjunta em conformidade com as políticas de dados privados em larga escala.

A Visa Research - ramo de pesquisa e desenvolvimento da Visa que se concentra em análise de dados, segurança e inovação em pagamentos - lançou um documento descrevendo um sistema movido à blockchain para computação compatível com políticas.

O sistema é denominado LucidiTEE, no qual TEE significa "ambientes de execução confiáveis".

Processamento de grandes conjuntos de dados com maior transparência

O sistema visa criar aplicativos que processam grandes conjuntos de dados e se destinam a atender um grande número de usuários, sem saber antecipadamente quais usuários participariam e esperariam que eles estivessem on-line.

O LucidiTEE permite que os participantes calculem conjuntamente dados privados, supostamente fornecendo a eles transparência e controle e assegurando que outras partes não possam observar os resultados da computação.

Para garantir a equidade dos cálculos e sua conformidade com as políticas, o sistema aplica protocolos específicos entre TEEs e um razão compartilhada, no qual o ledger é usado apenas para aplicar políticas.

Atores do setor lutam pela proteção de dados pessoais

Os participantes do setor há muito se preocupam com o processamento e o compartilhamento seguros de dados pessoais.

No BlockShow Asia 2019, na metade deste mês, um grupo de líderes da indústria de cripto anunciou a criação de um protocolo que visa manter a privacidade enquanto cumpre a regulamentação da Força-Tarefa de Ação Financeira.

O white paper descreveu um protocolo que permitiria que os provedores de serviços de ativos virtuais de várias jurisdições realizassem transações entre si sem necessariamente se conhecerem e sem a necessidade de se registrar junto à qualquer autoridade central.

Em uma tentativa de manter o anonimato e a proteção de dados pessoais, uma organização anônima apelidada de "Unknown Fund" anunciou recentemente planos de doar US$ 75 milhões em Bitcoin (BTC) para startups dedicadas à privacidade.