Presidente do Fed dos EUA: Libra do Facebook tem benefícios e riscos

Jerome Powell, líder do Federal Reserve dos EUA, disse que reconhece os benefícios e riscos potenciais do projeto de criptomoeda Libra, que foi recentemente revelado no Facebook. Powell teceu seus comentários durante uma coletiva de imprensa transmitida pela PBS em 19 de junho.

Durante a coletiva, foi perguntado ao presidente do Fed se ele estava preocupado se a criptomoeda Libra do Facebook poderia minar o Fed e desgastar seu poder de influenciar a economia.

Em resposta, Powell disse acreditar que a sociedade ainda está longe das moedas digitais que substituem as moedas dos bancos centrais e que o banco central não está muito preocupado em não mais poder implementar a política monetária pelo fato de a classe de ativos digitais estar em sua "infância".

Powell confirmou que o Facebook havia entrado em contato para discutir seu projeto com o Fed, observando que a empresa:

“Rodou bastante pelo mundo, falando com reguladores, supervisores e muitas pessoas para discutir seus planos e isso certamente nos incluiu. É algo que estamos procurando, reunimo-nos com uma ampla gama de empresas de tecnologia financeira do setor privado o tempo todo e há uma grande quantidade de inovações acontecendo por aí".

Além disso, Powell disse acreditar que haja tanto benefícios potenciais quanto riscos, particularmente de uma moeda digital como a do Facebook, que teria uma aplicação prospectivamente grande.

Ele disse fazer coro aos sentimentos do presidente do Bank of England (BoE), Mark Carney, que ele acredita que "vamos acabar tendo expectativas muito altas do ponto de vista de segurança e regulamentação se decidirem avançar com algo".

Quanto a se o Libra deveria estar sob qualquer regulamento formal como tal, Powell esclareceu que:

"Não temos autoridade plena sobre criptomoedas como tal. Elas entram em nosso mundo através da proteção ao consumidor e lavagem de dinheiro [...] mas eu diria que através de fóruns internacionais nós temos uma contribuição significante no sistema de pagamento e [...] temos um papel importante no sistema de pagamento aqui nos Estados Unidos."

Oficiais do governo em todo o mundo expressaram uma série de opiniões sobre o novo token do Facebook, que poderia ter exposição potencial a um total combinado de 2,7 bilhões de usuários por mês.

Logo após a publicação do white paper do Libra, a presidente do Comitê de Serviços Financeiros dos EUA solicitou que o Facebook suspendesse o desenvolvimento do projeto. O Comitê Bancário do Senado dos EUA está pronto para ouvir o testemunho sobre o projeto em 16 de julho.

O ministro francês da Economia e Finanças, Bruno Le Maire, disse que o governo pretende “pedir garantias” do Facebook em relação ao Libra.

O Cointelegraph também reportou que o presidente da Comissão da Duma russa sobre o mercado financeiro, Anatoly Aksakov, disse que o país não vai legalizar o uso do token.