Urgente: Atlas Quantum demite quase metade do corpo diretivo da empresa

Quatro dos 11 diretores da Atlas Quantum, plataforma de investimentos em bitcoin, foram demitidos da empresa hoje, 12 de setembro. A baixa marca mais um episódio na crise que a plataforma de investimento em Bitcoin vem enfrentando desde que teve uma proibição decretada pela Comissão de Valores Mobiliários do Brasil (CVM).

Os motivos da demissão ainda não estão claros mas possivelmente houve um desentendimento entre os diretores. Foram demitidos hoje, o Diretor executivo de Crescimento, Marcelo Franco, a Diretora executiva de Riscos e Controle, Emília Campos, o diretor de Distribuição, Bruno Peroni e o diretor de Tecnologia, Rodolfo Marun. 

As demissões foram confirmadas pela Atlas Quantum em um comunicado enviado ao Cointelegraph.

"O Atlas Quantum informa que, devido ao momento de transição por que passa a empresa, confirma os desligamentos do diretor executivo de Marketing, Marcelo Melo, da diretora executiva de Compliance, Emília Campos, do diretor de Vendas, Bruno Peroni, e do diretor de Tecnologia, Rodolfo Marun. A empresa agradece o trabalho altamente conceituado dos quatro profissionais durante o período em que atuaram no Atlas e lhes deseja ótima sorte"

Em 11 de setembro Campos havia deletado o nome da Atlas em seu perfil no LinkedIn e, pouco tempo depois, voltou a menção a empresa.

Como noticiou o Cointelegraph, em reunião ordinária para discutir Projeto de Lei (PL) 2303/2015 realizada nesta quarta-feira (11), realizada na Câmara dos Deputados, a comissão especial aprovou requerimento para discutir indícios de pirâmide financeira em operações das empresas Atlas Quantum e Investimento Bitcoin.

O requerimento do deputado Áureo Ribeiro foi votado e aprovado na comissão. 

O texto pede "a realização de Audiência Pública para discutir sobre indícios de pirâmide financeira em operações das empresas 'Investimento Bitcoin' e 'Atlas Quantum' com a presença de representantes da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), do Banco Central do Brasil; do Ministério Público Federal (MPF); da Polícia Federal (PF); da empresa 'Investimento Bitcoin'; da empresa 'Atlas Quantum'; da Associação Brasileira de Criptomoedas e Blockchain (ABCB); e com o investidor e especialista em criptomoedas, Sr. Fernando Ulrich".