Token cripto TON do Telegram será listado na exchange Blackmoon

A Blackmoon, exchange de criptomoedas registrada nas Ilhas Cayman, planeja listar o vndouro token Gram do aplicativo Telegram’ por meio de uma parceria com o custodiante suíço Gram Vault.

De acordo com uma matéria da Finance Magnates em 10 de setembro, a Blackmoon - que foi fundada como fornecedora de produtos financeiros tradicionais antes de lançar serviços de negociação de criptomoedas - planeja aumentar a liquidez, permitindo que os usuários comprem tokens Gram usando cartões bancários.

Gram Vault diz que seus clientes estão entre os maiores investidores da ICO do Telegram

De qualquer forma, a Blackmoon não é uma principiante no espaço de criptomoedas. Porém, os clientes de seu parceiro para a listagem - o custodiante de cripto suíço totalmente regulamentado Gram Vault - estavam entre os maiores investidores na oferta inicial de moedas (ICO) privada de US$ 1,7 bilhão da Telegram.

A cooperação significa, portanto, que os tokens Gram serão transferidos diretamente do Gram Vault para a exchange, garantindo liquidez imediata e profunda para os traders, afirmaram os parceiros.

Antes do anúncio da Blackmoon, a exchange japonesa de criptomoedas Liquid havia afirmado que seria o representante das vendas de tokens GRAM para a Gram Asia - mas esse anúncio foi posteriormente contestado por fontes próximas à Telegram.

No início deste mês, a Liquid divulgou o endereço público da carteira de blockchain que agora detém todos os fundos de investidores participantes de sua própria oferta de token Gram, na qual o token foi vendido a investidores pelo triplo do preço de venda original de US$ 1,33 da segunda rodada da ICO da Telegram em março de 2018.

A corrida armamentista dos tokens

Reportagens recentes indicam que o Telegram pronto para lançar sua criptomoeda Gram até outubro, após um processo de teste público planejado para sua Telegram Open Network (TON) este mês.

Se vier a se concretizar, a Telegram bateria a tão esperada stablecoin Libra do Facebook, que está planejada para integração nos três serviços de mensagens de propriedade da gigante de mídia social e, portanto, potencialmente teria exposição a 2,7 bilhões de usuários mensais.

Gram também será lançado antes da próxima moeda digital do Banco Popular da China, que supostamente viu um desenvolvimento acelerado para seu lançamento planejado antes de Libra, em 11 de novembro.