Gram Asia vai vender tokens Gram por um valor três vezes maior do que o praticado no ICO

A Gram Asia, empresa da Coréia do Sul, está vendendo os direitos de suas ações da Gram a US$ 4,00 por token a partir de 10 de julho, de acordo com um relatório da Bloomberg de 3 de julho.

O preço de venda proposto é o triplo do preço de venda original de US$ 1,33 na segunda rodada do ICO realizado em março de 2018.

A venda em 10 de julho está aparentemente acontecendo exclusivamente através da exchange de criptomoedas japonesa, Liquid e também por seu website. A Liquid também hospedou o ICO do Gram em março do ano passado quando o Telegram captou US$ 850 milhões, elevando sua avaliação total para US$ 1,7 bilhão. 

Citando um email da exchange, a Bloomberg informa que os usuários que comprarem o Gram com o token nativo da bolsa, o QASH, receberão um desconto de US$ 0,50 por token.

Gram é o token nativo, ainda a ser lançado,  para a Telegram Open Network (TON), um projeto de construção de uma blockchain descentralizada de código aberto que será lançada pelo aplicativo de mensagens criptografadasTelegram. Atualmente o aplicativo é usado por mais de 200 milhões de pessoas e planeja lançar seus tokens Gram até o final do terceiro trimestre de 2019.

Como relatado anteriormente pela Cointelegraph, a Gram Asia é a maior detentora de token Gram na Ásia. Além disso, a troca Liquid aparentemente tem um acordo com a Gram Asia, mas não com o Telegram. Liquid sugeriu ainda ser uma incubadora para a TON.

O CEO da Liquid, Mike Kayamori, apontou que os 200 milhões de pessoas que usam o Telegram mostram que a plataforma é atraente para desenvolvedores de aplicativos descentralizados :

“Se você é um criador de aplicativos descentralizados, deseja ser listado no topo da Ethereum? ou EOS? Ou você quer ser construído em cima de TON? Ethereum é ótimo. É um padrão ouro para ICO. EOS é descentralizado e bom, mas quem já tem 200 milhões de usuários ativos[...] Os fornecedores de aplicativos de rede TON constroem seus aplicativos nele, quando se integra ao Telegram, que será especial ”.