Grams Wallet do Telegram está disponível no GitHub em modo de testes

A carteira cripto do Telegram, Grams Wallet já está disponível para MacOS, Windows e Ubuntu em modo de testes, com o código-fonte publicado no GitHub.

Usuários da Grams Wallet pode receber tokens para testes

Agora, os usuários podem baixar o client de testes da carteira através do website, criar um endereço e receber chaves privadas, além de solicitar e testar tokens Gram no aplicativo por meio de um bot especial do Telegram chamado TestTonBot.

Especificamente, o TestTonBot convida os usuários a testar o serviço solicitando de 5 a 20 tokens para o endereço criptográfico gerado no aplicativo. Depois que os usuários solicitam uma quantidade específica de tokens, o bot notifica sobre o início da execução da solicitação, antes de enviar uma mensagem separada dizendo que os Grams de teste foram creditados na carteira.

Transações são rastreadas na testnet TON

As transações de teste são visíveis no explorer da rede de testes Telegram Open Network (TON), com detalhes como tempo e valor da transação, além do endereço da carteira (remetente) do TestTonBot e a última transação registrada.

O TON testnet explorer e o node software foram lançados em 6 de setembro de 2019, em preparação para os planos subsequentemente cancelados do Telegram de lançar a moeda digital Gram no final de outubro. O lançamento foi adiado quando a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos considerou ilegal a oferta inicial de US$ 1,7 bilhão em Grams do Telegram em 11 de outubro.

O lançamento da versão de testes da Carteira Grams chega na sequência de uma notícia de 19 de outubro, no qual o Tribunal Distrital do Distrito Sul de Nova York pediu adiamento de uma audiência sobre o pedido de liminar da SEC contra a TON. O tribunal transferiu a audiência para 18 e 19 de fevereiro de 2020.