TCU, CADE, Ministério da Economia e Presidência da República recebem treinamento do BNDES sobre blockchain

Servidores do Ministério da Econômia, Contraladoria Geral da União (CGU), Tribunal de Contas da União (TCU), Conselho Administrativo de Defesa Economica (CADE), Ministério de Direitos Humanos, Ministério da Cidadania, Ministério da Saúde, Superintendência Nacional de Previdência Complementar (PREVIC), Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), Agência Nacional de Águas (ANA), Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), entre outros participaram de um curso introdutório sobre blockchain segundo informações publicada pela ENAP, em 02 de julho.

O ENAP é a Escola Nacional de Administração Pública e o curso “Blockchain e suas aplicações” foi ministrado por meio de uma parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), abriu o curso “Blockchain e suas aplicações”. 

“Estamos falando de possibilidades de futuro que são muito diferentes do que vivemos. Experimentos estão sendo feitos ao redor do mundo e temos a oportunidade de fazer o Brasil participar desse movimento (...) Este curso deve tornar o servidor um protagonista no futuro digital”, disse a diretora de Seleção e Formação de Carreiras da Enap, Diana Coutinho.

Segundo a publicação a iniciativa faz parte do Programa de Aperfeiçoamento de Carreiras e tem o objetivo de familiarizar os participantes do Governo Federal com a tecnologia Blockchain, focando em seus mecanismos e efeitos nas organizações, na sociedade e no setor público financeiro. 

O Cointelegraph reportou em 27 de junho que o Banco Central do Brasil, tornou publico seu objetivo de modernizar os procedimentos da instituição usando novas tecnologias, entre elas, blockchain. A  Agenda BC#, como foi nomeado o projeto, busca aliar inovação tecnológica a uma agenda microeconômica da instituição. "Ela norteará o trabalho do BC durante os próximos anos e está estruturada em quatro dimensões: inclusão, competitividade, transparência e educação financeira".