Star Wars – A Ascensão Skywalker gera nova onda de ciberataques para roubar dados e Bitcoin

O último episódio da saga Star Wars vem sendo usado por hackers para distribuir malwares e roubar Bitcoins e dados de clientes segundo publicação feita pela empresa especialista em segurança, Kaspersky.

A empresa afirmou ter encontrado cerca de 30 sites fraudulentos do filme ‘Star Wars: Episódio IX – A Ascensão Skywalker’. Todos eles, supostamente, distribuem cópias gratuitas do filme mais recente da franquia para coletar dados de cartões de crédito das vítimas descuidadas com o pretexto de um registro obrigatório no portal.

Os sites também podem conter malwares que ao se instalarem nos computadores podem executar operações de mineração monero e até substituição de endereços de envio de Bitcoin.

Em geral, os domínios dos sites usados no golpe copiam o nome oficial do filme e fornecem descrições completas e conteúdo de suporte, fazendo com que os usuários acreditem que o site está, de alguma forma, associado ao filme oficial. Essa prática é chamada de ‘black SEO’ e permite aos criminosos promover sites de phishing em resultados de mecanismos de pesquisa (muitas vezes, esses resultados aparecem em buscas de termos como ‘assistir nome-do-filme grátis’).

Segundo a Kaspersky para promover os sites fraudulentos, os cibercriminosos também usam o Twitter e outras contas de mídias sociais para distribuir links. Em conjunto com os arquivos maliciosos compartilhados em torrents, isso produz resultados para os criminosos. Até o momento, 83 usuários já foram afetados por 65 arquivos maliciosos disfarçados como cópias do filme.

“É de conhecimento público que cibercriminosos exploram temas populares e, neste mês, ‘Star Wars’ é um ótimo exemplo. Conforme os atacantes conseguem colocar conteúdo e sites fraudulentos nos resultados das pesquisas, os fãs precisam ser cautelosos o tempo todo”, afirma Tatiana Sidorina, pesquisadora de segurança da Kaspersky.

Como noticiou o Cointelegraph, recentemente segundo o serviço de monitoramento de grandes transferências de criptomoedas Whale Alert, cerca de 2.000 tokens da rede Ethereum (ETH) da exchange Upbit foram transferidos por hackers.

Confira mais notícias