Reguladora de Singapura alerta para novo golpe de investimentos em Bitcoin

A Autoridade Monetária de Singapura (AMS) lançou um alerta para um golpe que oferece investimentos em Bitcoin (BTC) usando declarações falstas atribuídas a um ex-primeiro-ministro do país.

Website usa falsas declarações de um ex-primeiro ministro para pedir investimento em Bitcoin

Em 31 de julho, o banco central de Singapura e a autoridade financeira emitiram um alerta, afirmando que a agência tomou conhecimento de um site que estaria convidando usuários a investir em Bitcoin usando um artigo contendo afirmações falsificadas.

De acordo com a AMS, o site da fraude faz referência a declarações fabricadas atribuídas a Goh Chok Tong, um político local que ocupou o cargo de segundo premiê de Singapura entre 1990 e 2004. As declarações eram "falsas, ou foram tiradas do contexto e usadas de forma enganosa", observou o regulador.

A AMS também divulgou uma captura de tela demonstrando as afirmações fraudadas.

Online scam using forged statements by Goh Chok Tong | Source: Monetary Authority of Singapore

Fraude online usa declarações falsas de Goh Chok Tong | Fonte: Monetary Authority of Singapore

O site pede que os visitantes depositem pelo menos US$ 250 na Bitcoin Loophole

Conforme relatado pela autoridade financeira, o nome do ex-primeiro-ministro foi usado para fazer com que as pessoas depositassem um mínimo de US$ 250 em uma plataforma de negociação chamada Bitcoin Loophole, que alega executar negociações automatizadas em nome dos usuários.

A plataforma também solicitava detalhes do cartão de crédito ou da conta bancária, acrescentou o regulador, recomendando ao público que tome muito cuidado e evite fornecer qualquer informação aos proprietários do site.

O Cointelegraph noticiou sobre o Bitcoin Loophole no fim de julho, quando o Facebook removeu propraganda de um esquema de Bitcoin que forjava posts do príncipe herdeiro de Abu Dhabi.

Em janeiro de 2019, a AMS emitiu outro alerta contra vários sites fraudulentos, que afirmavam que o governo de Singapura estaria adotando oficialmente uma criptomoeda. O esquema fraudulento teria sido distribuído através de diferentes sites e oferecia oportunidades de investimento cripto usando informações falsas.