Banco da Reserva da Índia recebe pedido para reconsiderar proibição de criptos para sandbox regulatória

Grupos estão fazendo lobby para pedir que o Reserve Bank of India (RBI) permita que produtos relacionados a cripto possam ser testados em sandbox regulatórias, segundo o diário indiano The Economic Times publicou em 16 de maio.

A estrutura proposta pelo RBI, revelada mês passado, agora permitiria testes de tecnologia blockchain para um pequeno número de consumidores — mas criptomoedas, exchanges e ofertas de moeda inicial estão excluídas.

A Nasscom, uma associação comercial de empresas indianas te TI, pediu para os reguladores reconsiderarem, dizendo que o RBI entenderia melhor os riscos associados às criptos ao incluí-las na sandbox. A organização disse:

“Já que criptomoedas são um importante componente da tecnologia blockchain, a regulação parece excluir testes de contratos inteligentes e outras tecnologias blockchain aprovadas na sandbox.”

Enquanto isso, o Conselho de Pagamentos da Índia alertou de que a inovação será difícil de se alcançar se a estrutura da sandbox tiver exclusões tão extensas.

Sandboxes são usadas por reguladores ao redor do mundo, incluindo a Financial Conduct Authority do Reino Unido, e trata-se de um ambiente controlado para realização de testes. Algumas startups estariam preocupadas com o endurecimento da índia, dizendo que produtos inovadores não poderiam ser testados no país, mesmo que sejam permitidos em mercados internacionais.

A relação da Índia com a criptografia tem trazido preocupações.  No final do mês passado, um relatório sugeriu que o segundo país mais populoso do mundo estava considerando uma proibição total das moedas digitais.

Em 10 de maio, a exchange indiana Coinome anunciou que iria interromper suas operações por dificuldades regulatórias.