Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro diz que não sabe o que é Bitcoin

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, declarou que não sabe o que é Bitcoin embora tenha parabenizado um de seus ministros por suspender um projeto que, para ele, envolvia a criptomoeda. Bolsonaro fez seus comentários durante uma entrevista ao programa do Ratinho, no SBT, exibido em 04 de junho.

Bolsonaro vinha defendendo a atuação da Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, que no dia 1 de janeiro de 2019, suspendeu um projeto de R$44,9 milhões celebrado entre a Funai e a Universidade Federal Fluminense (UFF) que, entre seus itens, previa a criação de uma criptomoeda, a ser usada pelos Índios em uma possível 'feira' e trocas típica realizada por eles em áreas indígenas como o Xingu.

Após dizer que a Ministra teria agido corretamente em barrar o projeto que queria "ensinar o índio a usar Bitcoin", o presidente foi perguntado pelo apresentador, (que já esteve presente em conferências de Bitcoin) se ele sabia o que era Bitcoin, ao que o presidente respondeu:

"Eu não sei o que é Bitcoin", disse.

Pouco depois da fala, Bolsonaro retificou sua declaração e disse simplesmente que o BTC era uma "moeda virtual". 

Independente do conhecimento do presidente a respeito dos criptoativos, o projeto ao qual Bolsonaro se refere não prevê, em nenhum momento, uso, financiamento ou integração com Bitcoin.

No passado, o filho do presidente, Carlos Bolsonaro, vereador do PSL no Rio de Janeiro (RJ), também cometeu uma gafe ao usar o twitter para declarar que o governo de seu pai estava correto em bloquear "dezenas de milhões em bitcoins destinados para órgãos governamentais ligados a FUNAI", embora, como já foi dito, o projeto citado não tem qualquer ligação com a principal criptomoeda do mercado.

O Cointelegraph reportou que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social do Brasil (BNDES) esta emitindo uma stablecoin usando um contrato inteligente no Ethereum, o BNDESToken, que já esta sendo testado para financiar a produção de um filme documentário nacional.