Peter Schiff: 'Criptomoeda chinesa lastreada no ouro pode trazer pessimismo para o Bitcoin'

O lançamento de uma versão digital lastreada no ouro do yuan da China deve colocar o Bitcoin (BTC) em desvantagem, segundo diz o entusiasta do ouro Peter Schiff. Em um tweet de 2 de novembro, Schiff, notório pelo seu cinismo em relação ao Bitcoin, tentou se defender das críticas à suas declarações ao apresentador da Keiser, Max Keiser

Schiff diz a Keiser: lastro no ouro supera o BTC

"De acordo com o @maxkeiser, sou um idiota porque acho que #ouro é melhor como dinheiro do que #Bitcoin", escreveu ele.

Schiff também repetiu a idéia recorrente de que o Bitcoin não tem valor intrínseco:

“Ele também afirma que a China está prestes a lançar uma moeda cripto lastreada em ouro. Isso deve trazer otimismo para o ouro e pessimismo para o Bitcoin. Uma cripto apoiada em ouro é muito melhor do que uma apoiada em nada! ”

A Keiser não respondeu publicamente, já que manteve um perfil com com baixa adesão nas mídias sociais ao longo de outubro.

Autoridade dá pistas do papel do ouro

Como o Cointelegraph noticiou, a China parece estar caminhando nos esforços de lançar sua própria moeda digital, na esteira do token do Facebook, o Libra. 

Enquanto seu apoio permanece incerto, um ex-funcionário do Congresso no mês passado sugeriu que ele viria na forma de um lastro junto à reserva de ouro da China, entre outros fatores.

Enquanto isso, o recente apoio à tecnologia blockchain pela China teve inicialmente um impacto positivo instantâneo nos mercados de Bitcoin. No entanto, a mídia local posteriormente moderou as reações ao "hype", aconselhando os cidadãos a não tomar o apoio como prova de uma mudança de postura em relação às criptomoedas.

Pequim proibiu a negociação de criptomoedas em setembro de 2017, uma situação que permanece oficialmente a mesma, apesar dos rumores de que os investidores estão usando diferentes formas de depósitos para conseguir acesso ao mercado.