Na China, pesquisa por ‘blockchain’ e ações a-share no WeChat disparam

As ações das empresas chinesas de compartilhamento de blockchain atingiram seu limite diário de 10%, após o endosso da tecnologia dos mais altos escalões de poder.

A manifestação do mercado de ações foi divulgada em 28 de outubro pelo Global Times, um jornal em inglês do Grupo Diário do Povo, de propriedade do PCC

Na semana passada, o presidente Xi Jinping havia pedido ao país que acelerasse sua adoção de tecnologias blockchain para impulsionar a inovação e a transformação industrial.

Nesta segunda-feira, o chefe do departamento de tecnologia do Banco Popular da China (PBoC) pediu aos bancos que aumentem seu uso de blockchain para finanças digitais, informou a Reuters em 28 de outubro.

Interesse em Bitcoin e blockchain

O Bitcoin (BTC) subiu perto de 16% no preço da semana e era negociado acima de US$ 9.400 no momento desta publicação.

Em 26 de outubro, a criptomoeda teve seu maior ganho intradiário desde 2011, ganhando 42%, batendo em US$ 10.500.

Uma explosão de interesse em Bitcoin e blockchain é evidente nos dados de pesquisa no WeChat, com os investidores correlacionando o aumento de preço da principal cripto com esse aumento no interesse popular:

Pesquisas no WeChat (23/10/19):

- 区块链 (Blockchain): 777K

- 比特币 (Bitcoin): 572K

 

Pesquisas no WeChat searches (25/10/19):

- 区块链 (Blockchain): 9.2MM

- 比特币 (Bitcoin): 1.3MM 

WeChat search data 23-25 Oct. 2019

Dados de pesquisa no WeChat entre 23 e 25 de outubro de 2019. Fonte: Cole Kennelly

Dovey Wan, cofundadora da holding investimento em cripto Primitive Ventures, tuitou uma captura de tela do boom no mercado de ações no setor doméstico de blockchain, observando que “as expected, quase TODOS (mais de 100) a-shares chinesas reclacionadas à blockchain atingiram o limite diário superior (ganho intradiário de 10%)”:

Blockchain firm A-shares on the Chinese stock market

A-shares blockchain chinesas no mercado de ações. Fonte: Dovey Wan

Uma grande corrida para blockchain

Enquanto isso, nos mercados globais, ações de empresas chinesas como a Shenzhen Xunlei Networking Technologies Co. subiram 107,76%, para US$ 4,82 - seu maior aumento diário desde a sua listagem na Nasdaq em 2014, segundo o Global Times.

Hoje, 28 de outubro, Wan também manifestou sua preocupação após notícias de que:

"O Banco Mercantil da China acaba de anunciar investimento na BitPie, a carteira Bitcoin com maior histórico e a maioria dos usuários na China ... porém, esta é uma carteira sem custódia e pode haver uma chance de zero-diference .... [editado]"

A plataforma blockchain Tron (TRX), anteriormente sob intenso escrutínio de Pequim, ganhou quase 25% no par TRX/USD nas últimas 24 horas anteriores a esta publicação.

Os leitores podem se lembrar que Mark Zuckerberg havia tentado na semana passada alimentar as preocupações dos legisladores sobre uma possível corrida de criptomoedas e fintechs  entre os Estados Unidos e a China, em uma tentativa de conseguir sua aprovação para o desenvolvimento da stablecoin Libra, do Facebook.