Presidente do PayPal confirma que o Libra do Facebook será lançado em 2020 e afirma que está firme no projeto

O presidente do PayPal, Dan Schulman, disse que a stablecoin Libra, do Facebook será lançada em 2020 e, ao contrário da Visa que levantou dúvidas sobre a permanência no projeto, Schulman confirmou a participação da plataforma global de pagamentos no projeto, segundo reportagem do jornal brasileiro Valor, publicada hoje, 03 de agosto.

Segundo a reportagem,  Schulman declarou também que o Libra pode ser uma opção estável e inclusiva para o sistema financeiro e que há um potencial na tecnologia blockchain para criar diferenes formas de moedas, que podem ajudar na inclusão de mais pessoas no sistema financeiro.

“Nossa obrigação com os reguladores ao redor do mundo é de estar totalmente adequado com todas as regulações. Gastei centenas de milhões de dólares desde que cheguei ao PayPal com compliance e gerenciamento de risco (...) Quando eles nos abordaram sobre o libra, estava claro para mim que a ideia de potencialmente usar blockchain abre uma avenida para reforçar nossa missão de servir os não bancarizados”, disse o executivo a jornalistas, em teleconferência durante evento do PayPal em Nova York.

O executivo destacou que há ainda mais de 2 bilhões de pessaos vivendo fora do sistema financeiro, sem contar aqueles que precarimante atendidos pelo sistema atual ou aqueles mal atendidos por este sistema.Segundo ele, nos Estados Unidos, há mais de 70 milhões de pessoas mal atendidas, que gastam 10% da renda disponível em operações simples, como sacar dinheiro, transferir recursos ou pagar contas.

Para o executivo, no ano passado os americanos gastaram US$ 140 bilhões em taxas e juros desnecessários. No caso das remessas internacionais, o custo médio associado com essa transação está entre 8% e 9%, mas em carteiras digitais, as taxas caem para algo entre 3% e 4% - e ainda há espaço para melhorar esse custo.

“Acredito que a tecnologia pode reduzir custos dramaticamente. Se cortamos de 10% a 20%, podemos retornar bilhões de dólares para quem precisa.”

A reportagem destaca também que Federico Schumacher, diretor-geral para Brasil e México do PayPal, afirmou que a libra é uma tentativa de tornar as criptomoedas um instrumento de pagamento, uma vez que ela tem sido usada mais como investimento.

“Temos visto outras criptomoedas, com muita tecnologia, mas que têm sido usadas para investimento, em vez de uma moeda em si”, disse Schumacher.

Como reportou o Cointelegraph, um novo registro de patentes sugere que o Walmart , gigante do varejo dos Estados Unidos, pode estar desenvolvendo sua própria stablecoin, atrelada ao dólar, semelhante à criptomoeda Libra, do Facebook.