Startup de pagamentos Uphold vai usar Ledger Vault

A empresa de hardware cripto francesa Ledger vai fornecer sua tecnologia para a startup de pagamentos norte-americana Uphold para aprimirar sua segurança, de acordo com comunicado enviado ao Cointelegraph em 13 de maio.

Antes conhecida como Bitreserve a, Uphold iria incorporar a plataforma de custódia institucional da Ledger, a Ledger Vault, para aprimorar sua proteção anti-hack ao adicionar mais uma camada de segurança.

J. P. Thieriot, cofundador e CEO da Uphold, diz que a integração da Ledger Vault foi impulsionada principalmente pela demanda de seus clientes por medidas de segurança completas.

De acordo com o comunicado, a integração da tecnologia Ledger vai permitir uma série de benefícios importantes para a Uphold, incluindo um modelo de governância com múltiplas autorizações, suporte das novas stablecoins ERC-20 e outros ativos proxy como tokens baseados em Universal Protocol, entre outros.

A Ledger Vault Ledger Vault foi lançada em maio de 2018 como ferramenta de segurança de ativos digitais mirando em investidores institucionais. A empresa depois anunciou a expansão de seus negócios para Nova York em novembro de 2018, também nomeando um ex-executivo da Intercontinental Exchange (ICE) como diretor de operações globais.

Recentemente, a Ledger anunciou que a exchange canadense National Digital Asset Exchange (NDAX) usaria a Ledger Vault para assegurar seus ativos.

Ontem, a grande exchange Binance anunciou que a plataforma pretende retomar completamente os depósitos e saques, depois de um grande hack que resultou na perda de US$ 40 milhões em Bitcoin (BTC).