Nova plataforma converte cripto para fiduciário sem requisitos de conheça seu cliente

carteira de criptomeodas MyEtherWallet (MEW), em colaboração com a empresa de financiamento de cripto Bity, está lançando uma plataforma para converter a criptomoeda em dinheiro fiduciário sem necessidade do Conheça seu Cliente (KYC). MEW anunciou a notícia em um posto no Medium publicado no dia 20 de fevereiro.

De acordo com o anúncio, os usuários da carteira MEW V5 agora podem trocar até 5.000 francos suíços (US$ 4.995) no valor de Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH) por euros e francos suíços sem passar pelos requisitos de KYC dentro da carteira. Os usuários podem supostamente fazer a troca de qualquer parte do mundo.

O procedimento de KYC permite que as organizações verifiquem a identidade de seus clientes antes ou durante o contato com eles. As empresas podem avaliar se seus clientes estão envolvidos em atividades ilegais, como lavagem de dinheiro ou corrupção.

Para usar a opção "Exit-to-Fiat", os clientes precisam escolher as moedas digitais e fiduciárias de destino no painel da carteira. Os usuários também serão solicitados a fornecer alguns dados pessoais, incluindo seu número de telefone, detalhes bancários, nome oficial da conta bancária e o endereço de faturamento necessário para fins de conformidade.

A privacidade aprimorada e o anonimato das criptomoedas sempre foram vinculadas pelos governos e reguladores a atividades ilícitas e à possibilidade de lavagem de dinheiro. No mês passado, a Administração do Ciberespaço da China (CAC) impôs novas diretrizes para as empresas de blockchain que operam no país.

As diretrizes da CAC exigem que as startups blockchain permitam que as autoridades acessem os dados armazenados e introduzam procedimentos de registro que exigiriam números de cartão de identificação ou números de celular de seus usuários. Além disso, eles serão obrigados a supervisionar o conteúdo e a censurar as informações proibidas pela legislação chinesa atual.

Em abril de 2018, a Amazon Technologies, Inc. recebeu uma patente para um mercado de dados de streaming que permitiria a combinação de múltiplas fontes de dados, permitindo assim o rastreamento em tempo real das transações de cripto e dos usuários envolvidos. Isso essencialmente levaria ao desanonimização de transações envolvendo Bitcoin, Ethereum ou qualquer outra criptomoeda não privada.