Amazon garante patente para o mercado de dados de streaming a partir de um caso de uso de Bitcoin

A Amazon Technologies, Inc., uma subsidiária da gigante do e-commerce Amazon , recebeu uma patente para um mercado de dados streaming que permitiria aos usuários receber dados de transações de criptomoeda em tempo real, de acordo com um documento lançado em 17 de abril.

A fim de atender às necessidades das organizações no gerenciamento de grandes quantidades de dados, a empresa, de acordo com a patente, desenvolveu uma tecnologia para processar dados de streaming em larga escala com latência relativamente baixa. Além disso, permitiria que os desenvolvedores “construíssem painéis em tempo real, capturassem exceções e gerassem alertas, orientassem recomendações e tomassem outras decisões operacionais ou de negócios em tempo real”.

O serviço de dados multi-streaming seria capaz de processar informações de diferentes fontes, incluindo “streams de cliques de sites, informações financeiras e de marketing, instrumentação de fabricação e mídias sociais, logs operacionais, dados de medição e assim por diante”.

O arquivo também descreve um caso de uso referente a um fluxo de dados do mercado de criptomoedas “que publica ou inclui transações globais Bitcoin (ou qualquer transação cripto)”. Conforme indicado no documento, as transações são completamente visíveis para todos os participantes da rede. A patente diz:

“Por exemplo, um grupo de varejistas eletrônicos ou da Internet que aceitam transações com Bitcoin pode ter um endereço de entrega que pode se correlacionar com o endereço do Bitcoin. Os varejistas eletrônicos podem combinar o endereço de remessa com os dados de transação do Bitcoin para criar dados correlacionados e republicar os dados combinados como um fluxo de dados combinado ”.

Os clientes que desejam consumir dados podem assinar o fluxo de dados desejado e “selecionar opcionalmente os aprimoramentos desejados que ainda não estão incluídos no fluxo de dados desejado”. Entre os potenciais consumidores, o autor da patente faz um exemplo de uma agência policial que poderia “receber transações globais de Bitcoin, correlacionadas por país, com dados do ISP para determinar endereços IP de origem e endereços de envio que se correlacionam com endereços Bitcoin”. Ainda acrescentou:

“O marketplace (mercado) de dados de streaming pode precificar esses dados desejados por GB (gigabyte), por exemplo, e a agência pode começar a executar análises nos dados desejados usando o módulo de análise.”

Na semana passada, o pedido do Bank of America para uma patente em um sistema de armazenamento baseado em Blockchain foi publicado. A patente aborda a questão da transferência e rastreamento de dados e descreve um sistema com autenticação automatizada de dados e acesso seguro de dados.

Os irmãos Winklevoss receberam uma patente por um sistema que aumenta a segurança das transações digitais dentro de um sistema de computação em nuvem, fornecendo um meio seguro de verificação de dados.