Nova lei iraniana: governo nãovai reconhecer negociação relacionada a criptos

O governo do Irã baixou uma lei que proíbe transações em criptomoedas e não considera criptos como moeda legal.

Em 4 de agosto, o  Aug. 4, gabinete do Irã publicou uma lei dizendo que o governo não reconhece qualquer atividade de negociação envolvendo criptos, conforme a rede local PressTV publicou hoje.

Segundo o texto, a nova lei diz que o governo e o sistema bancário não vão considerar as moedas digitais um tema legal, e o banco central do Irã não vai garantir seu valor. 

A nova lei segue os comentários do diretor do banco central do país, que em julho anunciou que comprar ou vender criptomoedas como Bitcoin (BTC) eram ilegais.

Mineração permitida apesar de esquema pesado de permissão

Irã ranjá havia autorizado a mineração cripto como atividade industrial com um esquema dr permissão específica. 

Para poder minerar criptomoedas no Irã, os mineradores terão de ter aprovação do Ministério da Indústria, Mineração e Negócios do Irã, assim como garantir que as instalações de mineração estejam a um perímetro de 30km fora das províncias centrais do país. 

A capital Teerã e a cidade de Isfahan não fazem parte da lista, já que estarão sujeitas a uma regulamentação mais rígida, diz a PressTV.

Como parte das novas regras, mineradores cripto serão taxados por usar energia baseada nos preços aplicados para a exportação no país. 

Agora que a mineração é legal no país, o djretor da Administração de Aduana da República Islâmica do Irã notou que a agência não emitiu licenças para a importação de equipamentos de mineração cripto no país. 

Em 31 de julho, a polícia iranianae prendeu uma pessoa por contrabandear equipamento de mineração avaliado em $230,000.

A nova lei cripto chegoy ao Irã depois da popularidade da mineração cripto para driblar sanções internacionais.