Países Baixos: Negociante de Bitcoin atacado em sua casa

Um comerciante de Bitcoin (BTC) foi atacado em sua casa nos Países Baixos por um grupo de ladrões disfarçados de policiais, reportou o canal de notícias local De Telegraaf em 23 de fevereiro.

Tjeerd H., de 38 anos, teria sido vítima de uma violenta incursão em sua casa em Drouwenerveen em 10 de fevereiro, no qual um grupo de criminosos vestindo balaclavas e coletes à prova de balas com um casaco da polícia o ameaçou com armas de fogo.

Embora o motivo do ataque não tenha sido claramente estabelecido, o De Telegraaf fez sua própria investigação revelando que H. estava negociando criptomoeda. O De Telegraaf observa no relatório que fontes da polícia confirmaram essa versão.

Ladrões de criptomoeda se tornaram não apenas uma ameaça on-line, já que proprietários de Bitcoin foram atacados diretamente por criminosos e forçados a depositar várias quantias de moeda digital em carteiras anônimas.

Em janeiro de 2018, num resort de férias de Phuket, na Tailândia, aconteceu um roubo "em pessoa" de Bitcoin. Um empresário russo teria sido mantido refém até que ele acessou seu computador e transferiu cerca de 100.000 dólares em BTC a seus atacantes.

Também no ano passado, o Departamento de Investigação Criminal (CID) em Gujarat, na Índia, investigou o alegado sequestro e extorsão de 200 BTC do empresário Sailesh Bhatt pela polícia. Bhatt alegou que em 9 de fevereiro de 2018, o oficial da Agência Central de Investigações (CBI) Sunil Nair primeiro o espancou, com a ajuda de outros policiais, em uma sala no CBI até que este pagou um resgate de cerca de 770.000 dólares, sem especificar em que tipo de moeda.