Mastercard se junta à empresa de software na área da Blockchain

A ampresa americana  de serviços financeiros Mastercard juntou-se à rede de blockchain Marco Polo da empresa de software na área da blockchain R3 da Corda para financiamento comercial.

Em um comunicado à imprensa publicado em 3 de setembro, a Mastercard revelou sua participação no projeto Marco Polo Network, uma colaboração da R3 (Corda Blockchain) e da empresa de tecnologia irlandesa TradeIX, lançada em 2017. A iniciativa fornece uma plataforma de classe de múltiplos ativos que oferece serviços de corretoras e transações em várias moedas, entre outros serviços relacionados.

A plataforma Mastercard Track da empresa para o comércio global entre empresas colaborou com Marco Polo em uma tentativa de facilitar o desenvolvimento adicional e mais soluções de financiamento de capital de giro.

Jacques Levet, chefe de transações bancárias da Europa, Oriente Médio e África no BNP Paribas - um dos membros da rede Marco Polo - disse:

"Um melhor fluxo de informações em toda a cadeia de valor tem o potencial de gerar benefícios significativos para todos os membros da rede".

Recentemente, o Standard Bank, o maior banco da África em ativos totais, ingressou na Rede Marco Polo. O Standard Bank agora desenvolverá soluções de financiamento comercial ao lado de grandes instituições financeiras globais, como o BNP francês Paribas e o holandês ING.

Em abril, Marco Polo contratou três novos membros para fins de teste e avaliação, incluindo a empresa de serviços financeiros BayernLB, o banco Helaba, com sede em Frankfurt, e o provedor de serviços de S-Servicepartner.