Reportagem diz que JPMorgan vai testar a stablecoin 'JPM Coin' até o final de 2019

O maior banco dos EUA, o JPMorgan Chase (JPM), espera testar sua própria criptomoeda, o JPM Coin, até o final de 2019, de acordo com uma reportagem da Bloomberg de 25 de junho.

Umar Farooq, chefe de serviços de tesouraria digital e blockchain do JPMorgan, revelou a intenção da empresa de lançar testes piloto do JPM Coin para clientes selecionados “por volta do final do ano”, caso os reguladores relevantes aprovem que o banco o faça.

De acordo com Farooq, o JPMorgan viu um aumento no interesse dos clientes globais nos potenciais benefícios do projeto de stablecoin do banco, o JPM Coin, revelado em meados de fevereiro de 2019. Os clientes JPMorgan nos EUA, Europa e Japão expressaram especial interesse em aprender sobre o JPM As capacidades da moeda em acelerar títulos e transações de títulos.

A este respeito, Farooq afirmou que a stablecoin do banco tem um potencial para permitir a entrega “instantânea” de títulos via blockchain. O executivo do JPM também revelou a posição positiva do banco em relação a títulos digitais e tokens, prevendo que várias ações se tornarão digitais de cinco a 20 anos. Falando em uma entrevista em Tóquio, Farooq disse:

"Acreditamos que muitos títulos ao longo do tempo, de cinco a 20 anos, tornem-se cada vez mais digitais ou já sejam tokenizados".

Nessa recente entrevista, Farooq reiterou sua postura otimista em relação à tecnologia blockchain, depois de dizer que as afirmações nteriores sobre a blockchain são "francamente bastante intermináveis".

Recentemente, o diretor de estratégia de mercado global do JPM revelou que o banco acredita que a indústria de Bitcoin (BTC) mudou desde 2017 devido ao impacto de investidores institucionais.