Polícia japonesa observa aumento nos relatórios de cripto transações ilícitas neste ano

Houve uma onda significativa de denúncias de transações suspeitas de criptomoeda à polícia no Japão, informou o site de mídia local em língua inglesa Jiji.com em 6 de dezembro.

De acordo com o relatório, a Agência Nacional de Polícia (NPA) revelou que houve 5.944 denúncias à polícia japonesa sobre suspeitas de uso ilegal de criptomoedas, como lavagem de dinheiro, entre janeiro e outubro.

Em comparação, o número de relatórios no ano passado foi de 669, mas seu número aumentou “após a implementação, em abril, de uma lei obrigando as operadoras a fazerem relatórios à polícia se detectarem transações duvidosas em moeda digital”.

Um funcionário da NPA declarou que tal “aumento indica que os operadores se tornaram amplamente conscientes da obrigação de relatar”.

Como a Cointelegraph informou recentemente, o governo japonês está procurando maneiras de evitar a evasão fiscal em lucros significativos das transações de criptomoeda. De acordo com fontes familiarizadas com a situação, o governo está trabalhando em um sistema que permite que a Agência Tributária Nacional obtenha dados de intermediários de cripto transações sobre usuários cripto.

No início desta semana, a Cointelegraph informou que a Agência de Serviços Financeiros do Japão (FSA, na sigla em inglês) está planejando a introdução de regulamentações mais estritas de Oferta Inicial de Moedas (ICO) na tentativa de proteger os investidores contra fraudes.