Itália apresenta "especialistas de alto nível" para ajudar a desenvolver sua estratégia oficial de blockchain

O governo italiano publicou sua lista de 30 especialistas em blockchain para promover a integração da tecnologia em nível estatal, informou a Cointelegraph Itália em 27 de dezembro.

Como resultado de um processo de quatro meses de contratação e consulta, o grupo trabalhará de forma gratuita para aconselhar as autoridades sobre como criar uma “estratégia nacional sobre tecnologias de ledger distribuído e blockchain”.

O projeto está sendo convocado pelo Ministério italiano de Desenvolvimento Econômico (MiSE - Ministero dello sviluppo economico).

“Tecnologias emergentes como Inteligência Artificial (IA) e blockchain têm a intenção de mudar radicalmente nossas vidas, a sociedade em que vivemos e o tecido econômico e produtivo do país”, disse o vice-primeiro ministro e ministro do Desenvolvimento Econômico, Luigi Di Maio em setembro.

Todos os participantes vêm da Itália e estão envolvidos principalmente em setores domésticos. Entre eles estão o cofundador da associação comercial Assobit, Gian Luca Comandini, o chefe de marketing da Italtel, Angiolini Giorgio e a membro do conselho de administração da Blockchain & Society Policy Research Lab, Marcella Atzori.

A Itália tem procurado estender seu monitoramento de atividades relacionadas à criptomoeda dentro de suas fronteiras, bem como fenômenos associados, como a blockchain.

As autoridades lançaram diversos alertas contra atores ilegítimos na cripto deste mês, advertindo o público para que tenha cautela.

A Itália também foi um dos sete estados membros da União Europeia que assinaram uma declaração para promover o uso da blockchain no início deste mês.