Malta e Itália emitem alerta conjunto sobre possível exchange cripto não licenciada

Malta alertou os cidadãos sobre uma exchange cripto sem licença que atende seu mercado interno. Os reguladores ordenaram que a plataforma parasse de operar em um aviso em 5 de dezembro.

A plataforma ofensiva, OriginalCrypto, chamou a atenção das autoridades italianas para o fato de ela não ter a licença necessária para oferecer "serviços e atividades de investimento" autorizados.

O proprietário da plataforma, a SolutionsCM Ltd., está agora sob escrutínio de ambos os países, com a Autoridade de Serviços Financeiros de Malta (MFSA) compartilhando o alerta da Itália:

“A Comissione Nazionale per la Società e la Borsa (CONSOB) ordenou que as seguintes empresas cessassem a violação do art. 18 do Decreto Legislativo Italiano nº 58/1998, consistindo na prestação de serviços e atividades de investimento não autorizados ao público italiano pela SolutionsCM Ltd. através do site www.originalcrypto.com.”

Como a Cointelegraph frequentemente relata, Malta procurou se tornar uma das jurisdições mais permissivas do mundo no que diz respeito tanto às criptomoedas quanto à tecnologia blockchain.

Como parte de sua tentativa de se transformar na dita “Ilha Blockchain”, várias revisões regulatórias acompanharam os acordos endossados pela MFSA com empresas do setor, incluindo importantes exchanges como Binance e Huobi.

Porém, a OriginalCrypto mantem-se longe dessas atividades legítimas, alertaram fontes sobre o provável esquema de fraude no início deste ano.

"Retratando sua plataforma como uma corretora financeira de criptografia, a OriginalCrypto.com projetou uma abordagem de marketing inteligente para promover seus serviços de investimento ilícito para consumidores em todo o mundo", escreveu o site de monitoramento ScamBitcoin em fevereiro.

De acordo com as investigações do site, a OriginalCrypto fez declarações duvidosas sobre sua configuração, inclusive sendo operada por uma empresa controladora sediada na Bulgária, a “Bali Limited Ltd.”.

“Não encontramos evidências que sustentassem que a Bali Limited Ltd fosse uma corporação real”, alertou o site:

“Além disso, o alegado endereço corporativo fornecido para a Bali Limited Ltd não parece ser um endereço físico factual e inclui variações de seu endereço divulgado.”

Na semana passada, a decisão do estado norte-americano de Ohio de aceitar criptomoedas para pagamento de impostos provocou a ira da grande imprensa depois que as autoridades envolvidas não conheciam os golpes que afetaram os esforços anteriores em outros lugares.