Indonesia vai aprimorar indústria de transporte de remessas com novo projeto blockchain multimilionário

A empresa de blockchain baseada em Singapura PLMP Fintech vai participar de um projeto multimilionário de logística em parceria com o governo da Indonesia, de acordo com um comunicado de imprensa de 29 de maio.

A nova iniciativa foi feita em parceria com o Ministério do Comércio da Indonésia e pretende transformar a indústria de transportes de remessas em a partir da província de Riau, que é localizada em uma das rotas mais movimentadas do mundo.

O projeto é resultado de um Memorando de Entendimento (MoU) assinado entre a PLMP Fintech e grandes entidades relacionadas à indústria na cidade indonésia de Batam, a maior cidade das Ilhas Riau. O MoU foi assinado pela empresa indonésia Central Distribusi Batam e pela Agência para Zona de Livre Comércio e o Porto Livre de Batam, segundo o comunicado.

O estágio piloto inclui a implantação do protocolo blockchain da PLMP Fintech, o Creatanium, para unificar os padrões de comunicação entre compradores e vendedores de commodities agrícolas.

O projeto blockchain pretende oferecer mais tempo e eficiência nos custos ao permitir atualizações instantâneas sobre a localização exata dos bens em deslocamento, segundo disse o co-fundador da PLMP Fintech Kym Kee na nota de imprensa.

Ontem, duas grandes empresas globais de transportes de remessas, a Mediterranean Shipping Co e a CMA CGM, anunciaram sua entrada para a plataforma blockchain de transportes TradeLens, desenvolvida pela maior empresa logística do mundo, Maersk, e a gigante de tecnologia IBM.

No começo do ano, legisladores da Indonésia introduziram uma nova legislação que reconheceu as criptomoedas como o Bitcoin (BTC) como uma commodity de negociação.