IBM faz registro de certidão de nascimento em blockchain pela primeira vez no Brasil

A gigante de tecnologia IBM participou pela primeira vez do registro em uma blockchain o nascimento de um bebê no Brasil. O anúncio foi feito através de um comunicado da IBM enviado ao Cointelegraph en Espanõl em 30 de outubro.

Segundo a matéria, o registro foi feito na cidade do Rio de Janeiro, seguindo os procedimentos legais de registros de nascimentos no Brasil. A iniciativa foi possibilidada pela rede Notary Ledgers, da Growth Tech, que oferece serviços de registro digital através da IBM Blockchain Platform e da IBM Cloud.

O CEO e fundador da Growth Tech, citado no anúncio, explica:

"Apesar de alguns hospitais com maternidades já possuírem escritórios cartorais, a emissão de uma certidão de nascimento não é tão simples. Em muitos casos, o pai têm de enfrentar filas de até quatro horas, especialmente em hospitais públicos, que atendem um grande número de nascimentos por dia."

Por isso, ele defende que a blockchain "está agregando vários benefícios para as famílias brasileiras, como por exemplo a agilidade na entrega de documentos aos pais, de forma oportuna".

A iniciativa também é resultado de uma parceria entre o 5º Registro Civil de Pessoas Naturais do Río de Janeiro e a Casa de Saúde de São José, onde nasceu em 8 de julho Álvaro de Medeiros Mendonça, primeiro bebê registrado pelo projeto piloto que durou três dias. Todo o procedimento de registro durou apenas 15 minutos.

Carlos Rischioto, líder técnico da IBM Brasil, também classificou o feito de "passo importante" para a blockchain no Brasil:

“O registro do bebê Álvaro é um passo importante para a blockchain no Brasil e mostra sua relevância em um cenário cada vez mais digital. Outro ponto é que esta é uma tecnologia que pode ser aplicada em diferentes segmentos, transformando a maneira como as empresas e os cidadãos se relacionam.”

Continue lendo: