"Eu compraria" Bitcoin se o crescimento continuar - Mobius, lenda do investimento

O Bitcoin (BTC) poderia conquistar o veterano investidor Mark Mobius se a atual corrida de touros continuar, disse ele à Bloomberg em 7 de julho.

Falando em uma entrevista na Bloomberg TV, Mobius, que já deu declarações críticas sobre a criptomoeda, agora disse que era impossível a ignorar.

"Eu não sou um comprador, mas percebo que é algo que devemos levar em conta", resumiu ele.

Como bom veterano do setor financeiro norte-americano, Mobius continua amplamente desconfortável em relação à cripto, uma postura notadamente mais positiva do que a de figuras como Warren Buffett e do CEO do JPMorgan Chase, Jamie Dimon.

No entanto, Mobius repetiu argumentos os controversos sobre Bitcoin e outras criptomoedas, especialmente seu suposto papel em atividades ilícitas, como o tráfico de drogas.

Como o Cointelegrpah informou, uma pesquisa continua a refutar tais suposições, apresentando dados que sugerem que o dinheiro vivo continua sendo o meio preferido dos mal-feitores.

Ele alegou ainda que a criptomoeda requeria crença para funcionar, algo real da moeda fiduciária centralizada, mas não, por exemplo, do Bitcoin, que se baseia na certeza de uma fórmula matemática.

No futuro, entretanto, ele estaria disposto a incorporar a cripto a sua carteira. Ele concluiu:

"No final das contas, há muitas pessoas que acreditam nisso e, se ele continuar e crescer, eu provavelmente teria que me converter em comprador e me envolver com isso."

Em maio, ele destacou a facilidade de movimentar dinheiro com Bitcoin como motivo para sugerir que iria perdurar.

Parte de uma meia volta mais ampla, que até agora permanece rara nos círculos tradicionais, Mobius já não afirma, como fazia em 2017 quando o Bitcoin chegou a cerca de US$ 20.000, que a criptomoeda não tem valor intrínseco.