Alemanha planeja grande esforço de regulação de tokens digitais ainda em 2019, diz fonte

A Alemanha planeja introduzir um projeto de regulação que permita o estabelecimento de ações blockchain ainda neste verão, informou a agência de notícias Handelsblatt no dia 9 de maio.

Citando Thomas Heilmann, correspondente dedicado à blockchain no governo de coalizão, a publicação revelou que a nova legislação já ganhou força no mainstream, com um resumo já existente.

Segundo Heilmann, é necessário e vantajoso para a Alemanha abraçar a blockchain com a regulação de apoio.

"Consideramos ser de suma importância levar a tecnologia blockchain para a Alemanha, especificamente em 2019", disse Handelsblatt, citando o correspondente.

Tradicionalmente, a Alemanha assumiu uma postura conservadora tanto sobre a blockchain quanto sobre a criptomoeda, com o país se mostrando cauteloso em relação ao Bitcoin (BTC) e outros tokens em particular.

Essa situação começou a mudar mais recentemente, à medida que as autoridades se tornam conscientes das tendências em evolução.

As atuais mudanças jurídicas centram-se na ideia de processos de tokenização feitos atualmente em papel, enquanto a consagração da legalidade da blockchain impedirá que problemas decorrentes deles apodreçam em uma área cinzenta reguladora.

"O governo nacional finalmente acordou", continuou Frank Schaeffler, especialista em blockchain do Partido Liberal Democrata da Alemanha. Ele adicionou:

“Agora as coisas precisam se mover rapidamente. Os emissores e investidores de cripto estão à procura de um mercado financeiro regulado para suas atividades que podemos apresentar no cenário internacional. A Alemanha tem a chance de adotar uma posição-chave aqui”.

No mês passado, Liechtenstein, que a exemplo da vizinha Suíça se tornou conhecido por sua postura pró-cripto, lançou títulos na blockchain para o setor imobiliário. E nesta semana, o país aprovou nova regulação sobre tokenização e blockchain.