Da blockchain “obsoleta” ao Bitcoin a $ 1 milhão: Previsões de 2018

O mundo das criptomoedas está cheio de profetas e previsões de todos os tipos, assim como qualquer outro mercado financeiro do mundo. 2018 começou com o Bitcoin (BTC) girando em torno de US $ 15.000 e com os investidores otimistas demais sobre o futuro das moedas digitais. Algumas das premonições - especialmente relacionadas ao preço do BTC até o final do ano - nunca se realizaram, mas muitas se mostraram bastante realistas. Vamos dar uma olhada em todas essas esperanças e medos.

Previsões que deram errado

Tom Lee: BTC chegará a $ 25K

Parece que um dos maiores touros do mundo cripto, cofundador e chefe de pesquisa da Fundstrat Global Advisors, Tom Lee, teve uma certa dose de azar prevendo possíveis cotações do BTC. Sua principal profecia de que a moeda chegaria a US $ 25 mil até o final de 2018, que ele expressou pela primeira vez em janeiro e reiterou várias vezes ao longo do ano, parece improvável - em dezembro de 2018, para dizer o mínimo.

O próprio Lee admitiu que sua postura foi um erro, primeiro baixando a marca do final do ano para US $ 15.000 e, finalmente, se recusando a fazer qualquer comentário sobre o preço do BTC:

“Estamos cansados ​​de pessoas nos perguntando sobre preços-alvo. Devido à volatilidade inerente à cripto, deixaremos de fornecer prazos para a realização do valor justo”.

No entanto, Lee ainda acredita que o valor justo do BTC é muito superior ao seu preço atual. 2019 está quase aqui para provar se o cofundador da Fundstrat está certo.

cat

Mike Novogratz: Instituições mergulharão de cabeça na cripto

Mike Novogratz, um ex-sócio do Goldman Sachs e fundador do banco de cripto Galaxy Digital, foi bastante preciso em suas previsões para 2018. Em meados de dezembro, após um declínio significativo do mercado apelidado de “inverno cripto”, ele disse que o preço do BTC não cairia mais, permanecendo entre US $ 3.000 e US $ 6.000, e ele estava certo.

Mas seu otimismo em relação aos atores institucionais que entram na indústria de cripto era aparentemente prematuro. "Eu acho que o 1º [ou] o 2º trimestre [de 2019] se as instituições começarem a entrar, testemunharão novas quebras de recordes", disse ele em outubro. Ainda assim, a reportagem mais recente da Bloomberg afirma que os sonhos de cripto de Wall Street estão agora em um estado de limbo, à medida que o valor das criptomoedas cai. Os insiders disseram à Bloomberg que os gigantes financeiros - como Goldman Sachs, Morgan Stanley e Citigroup - desistiram de seus planos até um momento em que a demanda seja maior.

Bloomberg: BTC está indo em direção a $1.5K

Na verdade, os próprios analistas da Bloomberg são propensos a cometer erros quando se trata de previsões. Apenas algumas semanas atrás, logo após os primeiros sinais da queda acentuada do mercado, a mídia afirmou que o BTC rumava em direção à marca de US $ 1.500, o que significaria uma queda de 70% no preço da moeda. Bem, o ano ainda não acabou, mas esta previsão não parece realista.

Pelo menos eles ganham pontos por dizer que "o Bitcoin não é mais algo tedioso".

George Friedman: Blockchain se tornará obsoleto

George Friedman, analista geopolítico da publicação on-line Geopolitical Futures, disse em uma entrevista em junho que a tecnologia blockchain um dia se tornaria obsoleta, afirmando que a tecnologia é apenas mais uma moda passageira.

Embora Friedman não tenha especificado o período de tempo sobre o qual ele estava falando, até o final de 2018, o blockchain está muito longe de estar desatualizado. A adoção em massa deixou de ser uma fantasia vã, à medida que governos de todo o mundo continuam testando a blockchain em diferentes áreas. Mesmo a China, que continuou a impor uma proibição estrita das ofertas iniciais de moedas (ICO) e as exchanges cripto domésticas, reconhece as vantagens da tecnologia descentralizada e possui sua própria zona piloto blockchain.

Parece que o envelhecimento do blockchain em 2018 é mais uma história de ficção científica distópica do que realidade.

John McAfee: BTC atingirá US $ 500 mil em três anos

Uma predição irrealista, old-but-gold como se diz na internet, de John McAfee, uma lenda da cibersegurança e renomado entusiasta das criptos, foi feita em 2017, mas ainda é relevante devido à sua extraordinária promessa. Naquela época, McAfee prometeu,segundo suas palavras, que "comerei meu p***" em rede nacional" se o BTC não ultrapassasse a marca de US $ 500.000 até 2020.

Como 2018 está quase no fim, resta apenas um ano para McAfee renunciar de se separar de suas partes viris. No entanto, o espírito do pioneiro da segurança cibernética ainda é forte. Ele até elevou o nível para US $ 1 milhão e ridicularizou sua própria aposta em um recente post no Twitter, alegando que - no pior dos casos - ele “provavelmente sublocaria a tarefa para uma equipe de prostitutas de Bangkok.” Bem, tudo o que se tem a fazer agora é esperar e ver o que acontece.

Previsões que se tornaram realidade

Ari Paul: BTC e BCH terão mais hard forks

Ari Paul, cofundador do fundo de cobertura de cripto em grande escala Block Tower, fez um conjunto de previsões em seu Twitter no início de 2018. Algumas delas foram um pouco precipitadas, mas Paul conseguiu prever o hard fork  do Bitcoin Cash (BCH). O empresário escreveu então:

“Tanto o BTC quanto o BCH continuarão a ter hard forks e >10% do valor de cada (se mantido hoje) residirá em novas ramificações.”

Outra divisão do BTC ainda não aconteceu, mas o hard fork do BCH ocorreu em novembro e resultou em uma guerra de hash e uma divisão massiva da moeda, que praticamente foi dividida entre BCH ABC e BCH SV.

 

crypto

Todd Gordon: BTC cairá para  US $ 4.000

Quase seis meses antes do "inverno cripto", quando a maioria dos entusiastas ainda mantinham previsões de alta, Todd Gordon, da TradingAnalysis.com, previu claramente a queda do Bitcoin para US $ 4.000. Além disso, a moeda recentemente caiu até mais que isso, indo para US $ 3.500.

No entanto, a segunda parte de sua previsão ainda não está clara. O Bitcoin se recuperará em 2019 e ultrapassará novamente a marca de US $ 10.000? Só o tempo dirá.

Reggie Brown: ETF do BTC não vai sair tão cedo

Reggie Brown, diretor executivo sênior e chefe de fundos negociados em bolsa (ETFs) negociados na empresa de serviços financeiros Cantor Fitzgerald, é saudado como o "padrinho dos ETFs". Em novembro, ele afirmou que um ETF do BTC não será certificado em breve. e estava praticamente certo.

Sua previsão foi logo confirmada por um comissário da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC). Em dezembro, Hester Peirce, apelidada de “Mamãe Cripto” pela comunidade por suas declarações pró-cripto, instou a comunidade a não prender a respiração esperando por um ETF do BTC:

“Definitivamente, pode ser daqui a 20 anos ou pode ser amanhã. Não prenda a respiração. A SEC levou muito tempo para estabelecer um Finhub. Pode levar ainda mais tempo para aprovar um produto negociado em bolsa.”

Blythe Masters: Benefícios do Blockchain atingirá as cadeias de suprimentos de commodities

A ex-executiva do JPMorgan Chase Blythe Masters previu em outubro que um número de projetos de blockchain duplo ou possivelmente triplo poderia aumentar a eficiência dos mercados de commodities.

Pode ser dezenas, em vez de centenas, até agora, mas vários projetos recentes da blockchain na agricultura e na indústria do petróleo provam que sua declaração é bastante relevante. Por exemplo, as quatro maiores empresas agrícolas do mundo - conhecidas como ABCD - estão integrando a blockchain para automatizar os processos de execução pós-negociação de grãos e oleaginosas. E grandes companhias petrolíferas - como BP, Shell e Equinor - uniram-se à grandes bancos e trading houses para lançar uma plataforma baseada em blockchain chamada Vakt para o comércio de commodities energéticas.

Chris Concannon: mercados de ICO vão enfrentar processos na SEC

Em junho, Chris Concannon, presidente da CBOE Global Markets, disse que ações judiciais coletivas sobrecarregariam as empresas por trás dos projetos de ICO. Ele também clamou aos investidores de ICO que se mantivessem atentos ao pulso do futuro ajuste regulatório.

Vários meses depois de sua reivindicação, suas palavras foram apoiadas pela SEC. Em novembro, o regulador dos EUA impôs suas primeiras penalidades civis contra duas ICOs, apenas por não registrar suas vendas de token. Não é preciso ser muito esperto para saber que esta batalha apenas começou.

P.S. Joseph Lubin: O futuro brilhante espera

A última, mas não menos importante, previsão foi feita pelo cofundador da Ethereum, Joseph Lubin, que afirmou recentemente que a queda do preço foi deixada para trás, acrescentando a cereja no bolo em outrou tuíte dedicado a questões de escalabilidade:

“O céu não está caindo. Da minha perspectiva, o futuro parece muito brilhante”.

Esta afirmação, no entanto, ainda está para ser comprovada. 2019 tem 365 dias à frente para surpreender a indústria de cripto e seus meros espectadores.