Quinze pessoas que supostamente deram golpes cripto de 8 milhões de dólares são presas em Taiwan

A polícia de Nova Taipei, Taiwan, prendeu quinze suspeitos de supostamente tocar um golpe de criptomoeda que lhes rendeu milhões de dólares, informou a Focus Taiwan em 26 de janeiro.

De acordo com o artigo, o chefe do Escritório de Investigação Criminal (CIB) Li Chi-hsun disse em uma conferência de imprensa que os quinze suspeitos - incluindo o suposto líder, de sobrenome Lin - foram presos em dois ataques separados realizados em 9 e 17 de janeiro.

Os suspeitos presos foram supostamente acusados ​​de fraude e o caso foi entregue ao Ministério Público do Distrito de Taipei. O grupo supostamente enganou mais de 30 pessoas no país no valor de quase NT$ 250 milhões (o equivalente a cerca de US$ 8,16 milhões).

Os suspeitos supostamente promoveram o IBCoin, um token Ethereum (ETH) ERC20 com o objetivo de ser um meio de pagamento para a indústria de entretenimento adulto, de acordo com seu material promocional. Os alegados fraudadores também divulgaram publicamente o esquema no Facebook, publicando fotos de carros caros e estilos de vida luxuosos para atrair novas vítimas, relata o Focus Taiwan.

O artigo explica que, de acordo com o CIB, Lin adquiriu os tokens a um preço de NT$ 1,5 (que equivale a menos de US$ 0,05) por unidade em 2017. Foi supostamente solicitado a Lin e a seus colaboradores que vendessem os tokens a NT$ 50-NT$ 100 (US$ 1,63- US$ 3,27) a unidade e prometeram altos retornos.

De acordo com o relatório, o CIB disse que nenhuma vítima jamais teve qualquer retorno sobre seu investimento e que o token não tem valor real, já que “atualmente não há empresas conhecidas que negociem ou operem com IBCoins”.

Como a Cointelegraph informou recentemente, sete pessoas que supostamente ministraram um esquema fraudulento de investimento em crypto foram indiciadas em Taiwan. De acordo com um relatório que cita promotores locais, os réus foram acusados ​​de violar os atos de supervisão de marketing bancário e multinível de Taiwan.

Além disso, no início deste mês, apareceram notícias de que a polícia indiana prendeu um associado a um grupo acusado de aplicar um golpe envolvendo 5 bilhões de rúpias (cerca de US$ 70,5 milhões) em cripto.