Precisando de uma grana e não quer vender seu bitcoin? Startups oferecem soluções de empréstimo com garantia em BTC

Pelo menos duas empresas, a startup canadense Ledn e a brasileira Rispar, pretendem oferecer, até 2020, empréstimos com garantia em Bitcoin e criptomoedas, segundo comunicado compartilhado com o Cointelegraph.

As duas empresas oferecem, basicamente, o mesmo tipo de solução, usuários que precisam de um aporte financeiro mas não querem se desvencilhar de suas criptomoedas, podem usar os criptoativos como garantia do valor emprestado, 'custodiando' as criptomoedas com as companhias em troca de uma quantia financeira, após o pagamento do empréstimo a criptomoeda é 'liberada'.

A Lend já oferece este tipo de serviço e conta com diversos usuários na América Latina, "Sabemos que os clientes do BTC não querem vender o seu Bitcoin, mas precisam de liquidez para suas despesas diárias. É por isso que achamos que isso é relevante para a América Latina", explicou Nadia Alvarez, chefe de desenvolvimento de negócios da MakerDAO na América Latina.

Já no caso da brasileira, a intenção é que os serviços sejam disponibilizado a partir de 2020.

"A Rispar tem como foco atender a um público que necessita de acesso a capital de forma imediata, mas não gostaria de vender sua criptomoeda para isso e muito menos recorrer as condições atuais de crédito ofertadas pelo mercado. Nossa principal vantagem em relação às outras modalidades de crédito, além de taxas bem inferiores ao mercado, é o tipo de garantia, no caso, o Bitcoin.

As empresas de crédito com garantia tradicionais adotam veículos ou imóveis para essa finalidade, o que torna o processo burocrático e pode levar até 3 meses para o cliente ter acesso ao recurso" segundo o CEO da empresa Rafael Izidoro

No caso da Lend os empréstimos podem ser feitos usando Bitcoin ou até mesmo usando DAI, a stablecoin do MakerDAO. Já a brasileira aceitará inicialmente Bitcoin mas tem planos de incluir Ethereum e os valores serão aportados para o cliente em Reais.

Segundo Izidoro, em dezembro deste ano serão distribuídos convites para testes da plataforma. A expectativa é que o lançamento oficial ocorra ainda no primeiro trimestre de 2020.  Já a Lend que já tem o serviço operacional pretende expandir suas operações para Colômbia, Venezuela, Argentina e Brasil.

Como noticiou o Cointelegraph, a Binance anunciou o lançamento da oitava fase de seu produto de empréstimo. Nesta fase, a Binance começará a oferecer produtos de empréstimos no prazo fixo de 14 dias. Os assinantes serão aceitos por ordem de chegada.

Confira mais notícias