Serviços digitais já pouparam quase R$ 1 bilhão, diz Ministério da Economia; blockchain deve trazer ainda mais eficiência

O Ministério da Economia do Brasil divulgou alguns dos resultados que o país deve abordar na reunião da OCDE nesta semana, na Bélgica. A Secretaria de Governo Digital (SGD) do Ministério divulgou que, apenas neste ano, a digitalização de serviços já economizou quase R$ 1 bilhão.

O anúncio ainda destaca que a transformação digital é "agenda prioritária do governo". Ao portal Convergência Digital, o secretário Luis Felipe Monteiro disse:

"Isso é tão importante que tira das costas do cidadão, seja trabalhador ou empresário, a necessidade de deslocamentos, juntada de documentos, idas a cartórios e todos os processos burocráticos".

Um dos destaques do texto é a digitalização de serviços do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), que completou a digitalização de todos os serviços em julho.

"Desde janeiro, o governo federal digitalizou 320 serviços, quase três vezes mais do que todo o ano de 2018, gerando uma economia anual de quase R$ 1 bilhão, sendo aproximadamente R$ 200 milhões para o governo e R$ 740 milhões para a sociedade".

Como o Cointelegraph tem noticiado, o Ministério da Economia já anunciou, mais de uma vez, que a adoção de tecnologia blockchain deve ser implantada em serviços estatais em busca de mais transparência, eficiência e economia de custos. 

No começo de setembro, o Banco Central do Brasil ganhou um prêmio por uma iniciativa que permite blockchain e contratos inteligentes.

Já em julho, o Ministério da Economia, o Tribunal de Contas da União e o CADE participaram de um programa de capacitação de bockchain do BNDES dedicado aos funcionários dos órgãos.