Volume diário negociado na plataforma de derivativos de cripto da Huobi rende US $ 1 bilhão

O volume diário negociado de contratos de criptomoeda no Mercado de Derivativos (DM) da Huobi ultrapassou US $ 1 bilhão, de acordo com um comunicado compartilhado com a Cointelegraph em 27 de dezembro.

A Huobi Global - que opera a terceira maior plataforma de negociação do mercado de cripto-spot do mundo - lançou o Huobi DM no mês passado. A nova plataforma permite que os traders negociem contratos Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH) que visam permitir arbitragem, especulação e cobertura.

Tendo declaradamente rompido a marca de mais de US $ 1 bilhão em negociações diárias em 25 de dezembro, o DM da Huobi está expandindo hoje suas ofertas de contratos de cripto para incluir a altcoin EOS. A Huobi afirma que seus contratos de cripto ajudam os participantes do mercado a controlar o risco e a incerteza por meio de mecanismos de limite de preço e ferramentas de supervisão que permitem aos comerciantes monitorar os preços e posições dos contratos e índices em tempo real.

Livio Weng, CEO da Huobi Global, enfatizou que as ofertas visam engajar aqueles que desejem controlar os riscos em um clima comercial volátil. De acordo com a empresa, no dia 25 de dezembro houve forte engajamento tanto na recém-lançada plataforma de DM quanto na importante exchange cripto Huobi; seu volume diário negociado combinado foi supostamente de US $ 2 bilhões.

O lançamento do Huobi DM ocorre em um momento em que os volumes de transações em várias exchanges estão caindo drasticamente.

Um estudo recente do canal de cripto Diar afirmou que os dados coletados em oito importantes exchanges cripto  — Binance, OKex, Huobi, Bitfinex, Kraken, Poloniex, Bittrex e HitBTC — mostraram que 60% das criptomoedas então listadas estão sendo negociadas a preços mais baixos dos volumes de janeiro. Mais de 20% delas têm menos de 90% dos volumes que tiveram durante o período de janeiro no mercado de cripto.

Além disso, as controvérsias continuam afetando a precisão dos volumes negociados diariamente.

Um relatório recente do Blockchain Transparency Institute (BTI) afirmou que a maioria dos 25 principais pares de negociação Bitcoin (BTC) listados na CoinMarketCap (CMC) são baseados em volumes falsos altamente inflados, mostrando evidências de práticas ilícitas, como wash trade. A Huobi - junto com HitBTC, OKEx e Bithumb - estavam entre as exchanges implicadas nas descobertas dos pesquisadores.

Neste verão, a CoinMarketCap implementou grandes mudanças em seu método de listagens de exchange cripto, à luz das preocupações com dados de volume de negociação distorcidos.