Cyrela conclui primeira venda de imóveis do Brasil através da blockchain

A construtora e incorporadora Cyrela, uma das maiores empresas do setor no Brasil, anunciou que realizou a primeira transação imobiliária completamente feita em blockchain. A informação foi divulgada pela ZDNet nesta terça-feira, 16 de julho.

Segundo a publicação, a empresa nacional se uniu com a startup Growth Tech para realizar a venda dentro do projeto Notary Ledgers, que usa a tecnologia de blockchain da IBM

Todo o processo de venda do imóvel, assim como sua documentação, teve os prazos reduzidos consideravelmente, afirmou a companhia. No total, sem blockchain o processo demorava cerca de um mês e, usando a blockchain, o procedimento ficou pronto em 20 minutos.

"Temos procurado por aplicações blockchain para o mercado legal há algum tempo. A conclusão desta transação reforça nossa abertura ao uso de tecnologia para melhorar o ambiente de negócios imobiliários no país", disse a diretora de assuntos jurídicos da Cyrela, Rafaella Carvalho.

De acordo com a ZDNet, indivíduos e empresas poderão usar a plataforma Notary Ledgers para emitir outros documentos, como certidões de nascimento, óbito e união civil, uma vez que a regulamentação esteja em vigor para permitir que cartórios brasileiros operem totalmente através da tecnologia.

Segundo o fundador da Growth Tech, Hugo Pierre, o processo atualmente adotado pelos cartórios no Brasil precisa migrar para um serviço digital baseado em blockchain.

"Um documento assinado digitalmente em nossa plataforma terá a mesma validade de um documento assinado pessoalmente em um cartório, pois as transações também são validadas pela rede notarial. Essas transações também têm um alto nível de segurança e transparência, o que ajudará a combater fraudes e melhorar os cronogramas de prestação de serviços", disse Pierre.

A discussão sobre blockchain e criptomoedas deve avançar no país. Como mostrou o Cointelegraph, o Congresso Nacional já conta com uma "Frente Parlamentar" cujo objetivo é defender pautas relacionadas às novas tecnologias - e a blockchain está entre elas. 

A negociação de imóveis com uso da tecnologia blockchain não é um movimento que acontece apenas no Brasil. Recentemente, o Cointelegraph reportou que Paris teve seu primeiro investimento em imóveis realizado através da blockchain, com emissão de tokens para os investidores.