Cryptopia pode ser aberta em 4 de março e autoridades dão pistas sobre quantia perdida no hack

exchange de criptomoeda hackeada neo-zelandesa Cryptopia reabrirá para negócios na primeira segunda-feira de março, confirmaram as autoridades em redes sociais em 26 de fevereiro.

Em uma série de atualizações, a Cryptopia revelou que seus dois fundadores retornariam à empresa para ajudar a liderar as operações após uma inspeção de sua estrutura.

A polícia concedeu permissão formalmente para a retomada da negociação em meados de fevereiro, mas uma notificação subsequente da equipe implicou que ainda não era possível começar o processamento dos usuários.

Isso agora parece ter mudado.

"Nosso objetivo é que o site da Cryptopia seja reaberto somente para leitura na segunda-feira", diz um tweet.

Hackers roubaram milhões de dólares em criptomoeda da Cryptopia em janeiro. Uma investigação policial internacional foi iniciada desde então, com a exchange revelando agora que, no máximo, o ataque custou pouco menos de um décimo de seus ativos.

"Continuamos a trabalhar na avaliação do impacto resultante do hack de janeiro", afirmou outro tweet.

"Atualmente, calculamos que, no pior dos mundos, 9,4% do total de nossas divisas foram roubadas."

A polícia da Nova Zelândia ainda não forneceu mais comentários sobre a situação desde que publicou uma atualização sobre suas investigações no início deste mês. Na época, a polícia estava confiante em relação ao progresso, enquanto os comentaristas duvidavam de sua capacidade de rastrear os hackers.

Espera-se que atualizações no processo continuem sendo divulgadas.