Acionista da exchange cripto Bitfinex afirma que iminente IEO oferecerá US$ 1 bilhão em tokens

O acionista da exchange cripto Bitfinex Zhao Dong revelou detalhes dos supostos planos da companhia de emitir um token nativo da exchange, que ele alega que será lançado via oferta inicial de exchange (IEO) de US$ 1 bilhão nos próximos dias.

De acordo com uma reportagem da mídia especializada em cripto CoinDesk de 1º de maio, o bilionário chinês do Bitcoin (BTC) postou em um bate-papo público no site WeChat na quarta-feira, destacando que a venda oferecerá um total de 1 bilhão de tokens por US$ 1 cada um, com uma compra mínima de US$ 1 milhão.

Zhao — que administra uma grande mesa de operações de balcão de BTC chinesa e é o fundador da DFund, com sede em Cingapura — alegou que os US$ 500 milhões de tokens já haviam sido garantidos. Ele é citado como tendo dito que “apenas investidores estrangeiros qualificados poderão investir” e que todos os interessados ​​devem se comprometer de maneira branda com a IEO até 5 de maio.

Uma vez que os investidores tenham tido a oportunidade de revisar o white paper do token, eles poderão cancelar seu comprometimento, ou confirmá-lo como um compromisso rígido, provendo um depósito de 10%, acrescentou Zhao. O acionista também destacou que:

“O sistema funciona em uma base a ser atendida primeiro. Se todos os tokens forem totalmente alocados, não teremos que executar a IEO para o canal de varejo, será como um canal privado.”

O novo token teria sido caracterizado por Zhao como um híbrido do modelo usado para o token nativo da exchange cripto Binance (BNB) — que é usado pelos usuários da Binance para pagar taxas de exchange — e para o antigo token BFX da Bitfinex.

Como publicado anteriormente, os tokens BFX foram emitidos pela exchange em 2016 para compensar os usuários da Bitfinex afetados por um grande hack, que resultou no roubo de cerca de 120.000 BTC.

Após a primeira revelação de Zhao da alegada IEO da Bitfinex e dos planos proprietários do token da exchange de moedas em 29 de abril, a notícia provocou uma onda de preocupação da comunidade à luz do longo histórico de controvérsias que têm cercado tanto a Bitfinex quanto sua empresa afiliada Tether, da stablecoin atrelada ao dólar americano.

Conforme relatado recentemente, a Procuradoria Geral de Nova York alegou neste mês que a Bitfinex havia perdido US$ 850 milhões em depósitos de usuários e que na sequência teria secretamente encoberto o déficit usando fundos do Tether - tendo este último sido alvo de novas críticas por supostamente ser apenas 74% apoiado por reservas de USD.

Em um comunicado oficial, a Tether rejeitou as alegações, afirmando que as ações judiciais do “Procurador Geral de Nova York foram postas no uso de má-fé e estavam repletas de afirmações falsas, inclusive em relação ao suposto prejuízo de US$ 850 milhões."